sábado, 21 de novembro de 2009

Das Voltas...


Dê o fora antes q vc leve. Na dúvida escolha a liberdade; por precaução não arrisque estar c/ alguém que exigirá mto de vc, que demonstra que gosta, que dá carinho e quer receber também. Não leve em consideração as afinidades, leve em conta os defeitos, as opiniões alheias, e ñ esqueça.. Para os "outros" vc saiu por cima; esta bem, e tudo não passou de um grande nada!Desapegue-se, coração! Mas, não se esqueça: num momento estamos com o coração nas mãos do outro, e outro dia, com o coração do outro em nossas mãos.

Não me dói o peito, agora. Doeu-me enquanto eu não sabia o que era. Não chorei, não senti medo, e o principal; não desisti do amor, de gostar, apaixonar.... Quantas pessoas ainda vão combinar comigo? Quantos eu ainda vou deixar que entrem no meu coração, façam vendaval e depois saiam deixando um bilhetinho barato de perdão???? Quantos eu achar necessário... Quantos eu sentir frio na barriga quando ouvir uma canção, quantas paixões meu corpo tremer quando ganhar um beijo. Porque eu sou assim....

O importante é o que vc pensa de vc. É o que vc faz de vc. Não seja nunca um resto, seja “partes”, mesmo que perdidas....partes boas das relações vividas, de sorrisos dados, das combinações perfeitas! Mesmo que essas partes sejam deixadas por tantas paixões avassaladoras, mas seja alguma coisa!!! SEJA!!!!

E não se contente com pouco; por mais livre que vc queira ser, poucas almas vão trombar vc e entender que tudo isso que vc carrega é pura energia, é pura vontade de viver... mais e mais...! E como eu disse pra ele, Nossos momentos não são iguais mesmos, e nem nunca foram; eu é que quis achar que justamente por conta disso, daríamos certo... O segredo ta em tudo, em todos os detalhes...

Não carrego mágoas, não cultivo sentimentos ruins, vamos ser amigos????
Melhor assim... todo mundo hj em dia é assim..... e o mundo??????
Ahhhh!!!!
O mundo dá voltas....

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Stand by


Quando muitas coisas acontecem ao mesmo tempo, o melhor que se tem á fazer é dar uma "Pausa", em tudo.... ando muito confusa para conseguir expressar qualquer sentimento e, ou situação que vem acontecendo e "desa-acontecendo" na minha vida. se estou bem? Talvez...

Talvez não esteja tão mal assim. talvez a minha ansiedade ainda não tenha me sufocado; talvez eu não tenha matado alguém de tanto querer ser carinhos e amorosa, por justamente ter sido sempre julgada como: fria; talvez eu tenha me esquecido daquela pessoa que um dia eu achei que não viveria sem, talvez eu esteja mais calma em casa; talvez eu esteja cansada de levantar todos os dias e fazer as mesmas coisas; Talvez eu faça um curso de canto e ano que vem monte uma banda, talvez eu esteja mais apática e silenciosa por saber a verdade de tudo...

é tudo um grande talvez. Mas não é um "quase"; eu já disse que o "quase" me mata né?
as coisas sub-entendias, que possivelmente(talvez) acontecam, são essenciais.
mas não pode "quase" acontecer.... gosto da dúvida, ela me faz sentir vontade de escolher, de ir além, de prosseguir, de arriscar... mas detesto o medo, o "em cima do muro", o mais ou menos.
Me perguntaram pq eu mudava tanto de "perfil"... è pq eu simplesmente acordo cada dia de um jeito; e respeito isso em mim. e, talvez eu nunca mude. e, quer saber? sendo bem clichê,: quem quiser que goste de mim assim, do jeitinho que eu sou.Nada de perfeição, nada de somente acertos, nada de superioridade.....é só clichê!coloque-se em "stand by" e entederá o que eu digo.

No fundo, eu queria mesmo, era um manual de sobrevivência...
se alguém tiver, favor me enviar um exemplar.

Grata

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Coração feliz



eu ouvi uma canção na voz de Beth Carvalho hoje cedinho, que não sai de mim. Caiu perfeitamente para o meu momento; o momento em que ando descansando, mas sempre em "alerta" rs. já conseguiram isso? Porque o descanso nunca pode ser sem vigilância. Mas esse é outro assunto.

Hoje quero falar do "descanso", da "paz", quero falar de "encostar o barco em alguém". Fim de semana, após quase um mês; estava olhando ele dormir. Um rostinho de menino, semblante lindo, sono tranquilo, de quem tem nas costas por enquanto, um peso leve. Sonhos de quem vive a vida de uma maneira só dele, da forma quieta e doce! Observei seu sono, seu jeito, e pensei: como é bom descansar o coração no coração de uma pessoa assim. E, isso não tem nada haver com amor eterno, ou louca paixão. Aliás, até acredito que existam alguns " tipos de amor"; que te fazem viver nesse "quase equilíbrio"; que é de pelo menos saber o que você quer, agora, e que tudo tem tempo exato para acontecer; e, respeitar o tempo dos outros e a introspecção é algo essencial demais!!!!!

Voltando: pensando no barquinho, em dar trégua á si mesmo, sentir paz, tranquilidade... concorda que depende única e exclusivamente de você? A gente tem uma mania absurda de criar um inferno interno; e transformar tudo em peso, em chatisse, em cobrança. Criamos melindres e seguimos nossas relações buscando apenas um culpado pra tudo que não dá certo.

Enquanto ele dormia, pude entender tanta coisa....
Observar o outro, e deixar que a intimidade não invada você, é um trabalho árduo, mas que vale á pena. No começo vc estranha, sente até uma ponta de tristeza e medo; depois vc entende que é aquilo mesmo que tem que ser; que assim que outro é, então, pq não aceitar? daí vem o alívio, e a paz no coração!

Futuro????????????? A Deus pertence.... é o hoje que tá assim, é o "agora" que eu quero.

Bom, falei, falei e não disse nada! rs! Confundi vcs né? rs

Tudo isso era para tentar dizer: quando a gente se encontra de verdade, encontrar alguém se torna muito mais agradável; e descansar seu coração nas mãos do outro, que nem precisa ser pra sempre, é a sensação mais gostosa que existe! é quando você esquece de tudo e cria um mundo só seu; e pra isso acontecer, só precisa ser sincero, e mais nada!

Ah! A canção chama "Coração Feliz", ouçam!

Um beijo!

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Carga Pesada

Ultimamente estive refletindo muito sobre os “pesos” que carregamos duarnte nosso período aqui na terra. Ouvindo histórias, convivendo com situações, vivenciando na pele algumas....

Como deixar a vida passar e não ter marcas na alma de tudo de ruim que já lhe aconteceu!?

Fiquei tanto tempo remoendo certas coisas, dores, desamores, desavenças, entre coisas...E de repente sem eu perceber, no maior acontecimento da minha vida, que poderia gerar o maior trauma, eu acabei me saindo bem, e em pouco tempo superando o que aconteceu, e limpando por completo meu coração e minha mente; deixando assim um espaço vazio e novo, e apagando de vez qualquer sensação de mau estar, mágoa e ou peso na consciência.

Cheguei á me cobrar por isso. Por ter superado....Mas, não é assim que é pra ser? È sim...e isso não frieza ou desdenho com seus sentimentos e as situações. Isso chama-se Renovação, Regeneração. Acredita-se que em muitos dos nossos ciclos, estamos sempre sujeitos a novas experiências e sendo assim, abertos as dores do mundo. Me lembro que quando era mais nova me magoava com mais frequencia. Tudo parecia maior e tambem pesado. Hoje não. Hoje é tão mais fácil ser eu mesma.

Nem todo mundo é assim, e eu não posso cobrar isso de ninguém. Essa é a minha maneira de superar, de enfrentar tudo, de recomeçar! Cada é um é cada um. Já cheguei a ter vontade de encher a cara de alguém que eu gosto de bolachas, só pq essa pessoa passou tempo demais sofrendo e remoendo alguma situação. Não é por mal..muito pelo contrário; é pelo fato deu me preocupar e querer muito, muito mesmo que essa pessoa não deixe nada estragar o resto da vida que tem pela frente. Mentir que esqueceu, que passou, que está bem, só aumenta a carga que você tem dentro de si. Vejo pessoas desperdiçando minutos, dias, meses, vivenciando uma dor e transmitindo para outras e para mundo, tudo que há de amargo dentro dela...

Um homem de 35 anos, e um garoto de 18, possuem dentro de si forças diferentes. Entrando no campo dos relacionamentos, o que eu posso esperar da pessoa que eu escolho para me fazer Cia, hoje em dia, tem tudo haver com o que ela pode me me proporcionar emocionalmente. Claro, ninguém é blindado e nunca será atingido. Mas, eu realmente estou cada vez mais certa de que, quanto mais porrada um homem levar, e mais ele se levantar de cara e coração limpos e livres, mais ele será um par perfeito. Homens com cargas pesadas e todos aqueles melindres são as piores parcerias que se pode ter; sugam sua energia, não se regeneram, e trazem dentro si uma insegurança profunda, capaz de afundar o mais pesado dos Titanic's....Se o mais velho for a lagarta que se regenera, ótimo! Ele vai proporcionar uma segurança e uma força incrível, trazendo tudo que de melhor ele aprendeu com os erros e acertos.

E o mais novo, já é mais previsível! pode ser menos experiente em muitos sentidos, mas ele carrega em si toda uma vontade de viver, uma leveza e uma paz de que tudo sempre vai acabar bem....sem desespero! Independente da idade, da relação, traga para perto de você, sempre alguém que você possa admirar, e "roubar" algo de sua personalidade e caráter e não qualidade e defeitos, pois esses vem e vão, oscilam; pessoas leves, trazem tranquilidade entre as ondas gigantes; e assim é mais ameno viver os dias...

Bom, seja qual for o ciclo da vida de um ser humano, toda vez que o mesmo limpar o peito das coisas ruins, descobrirá, uma Fé e Força imensas; e que mesmo com o passar dos anos, é possível cultivar aquela menino(a) dentro de nós, para nos fazer acreditar a cada tombo, que dali pra frente é sempre hora exata de recomeçar!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Ninguém falou de Amor...


È bem assim mesmo. Vamos nos relacionar, mas não vamos nos rotular. Se vc começar a gostar de alguém, está destinado á cobrança, ao ciúmes, ao lado ruim, o fanatismo, e também será o responsável por tudo que ocorre na vida de outra pessoa. certo!? isso é o que muitos acham que acontece quando se sente amor....
Mas, o amor não tem nada disso não. Beleza, tá tudo bem, tá tudo indo muito bem. Nós estamos sempre cruzando caminhos, fronteiras perigosas, indo á lugares desconhecidos, mergulhando fundo, se jogando, e sempre, sempre sem nenhuma garantia de nada, nunca!
Olha que maravilha!!! é a liberdade, somos modernos....Não podemos pertencer á uma pessoa somente de coração, e a tantas outras de corpo, ou então, não podemos sentir mais do que atração, porque isso gera medo, e medo - insegurança.
Essa é a realidade de hoje. Ninguém quer falar de amor. Acham que o amor é prisão, é deixar de viver e de ser quem você é. Todos querem companhias agradáveis, lindas, gostosas, cheias de tesão e calor, e também querem risadas garantidas, noites mal dormidas, mas nunca, nunca camas repartidas. Tudo é uma delícia, tudo é encantador. Tudo não passa de nada, de absolutamente nada. Porque ninguém quer viver de amor. Ninguém quer nem sequer achar que ele pode existir; ninguém pode perceber que algo esta caminhando para...

Qual será o maior medo do ser humano?
Qual será o problema em amar, e amar, e sentir algum tipo, que seja, de amor?

Porque a cia é perfeita durante uma semana, duas, quem sabe até um mês, e quando precisamos falar em almoços aos domingos na casa da vovó, e ou, dividir os problemas do cotidiano num piscar de olhos tudo deixa de ser perfeito e passa a ser um pesadelo!?
Temo que o número de homens que estejam se envolvendo com meninas pesadelos( um amigo citou esse termo, ao se referir á namorada..rs) esteja aumentando cada dia mais; e por conta disso, nós( as normais..aparentemente...rs) estamos passando por um longo e tenebroso período de seca do nordeste. Não aparece nada de legal, nada de interessante e nossas paixões gostosas estão cada vez mais esporádicas, e no fundo, bem no fundo a gente sente uma falta tremenda de dizer: Eu te amo tbm!

Os inúmeros estudos para testar nossas personalidades, e tentar descobrir em que pé está o problema, seguem cada dia mais sem soluções. Os livros de auto-ajuda nas prateleiras já estão esgotados, todo mundo quer um manual perfeito de como se relacionar, sem se apegar e então seguir a vida vazia, á espera de algo que realmente valia a pena, e mesmo assism, quando se deparar com esse "algo" troque o manual para "como manter esse amor pra sempre".

Quando eu tinha seis anos, me apaixonei pelo irmão da minha vizinha; e creio que ele por mim. eu sentia comichão na barriga, e ria á toda hora. A gente andava de mãos dadas, e beijávamos na bochecha, eu era bem maior que ele, e ele nem ligava pra isso..rs
Me lembro de querer usar minha melhor roupa sempre que ia jantar na casa deles, e, que tinha como estampa a Xuxa, e sua grife: O Bicho comeu!

Sim os tempos mudaram. Sim, nós precisamos nos adaptar...
Mas e aí? e aquele lance de segurança, do dia seguinte, de se conhecer melhor, de dividir, de ser chato ás vzs, e de também saber que existe alguém em perfeita sintonia com vc?

As minhas paixões andam a flor da pele. Cada semana tenho uma história nova para contar, e alguém para suspirar. Cada dia me encanto e desencanto, ganho uma trilha sonora, me arrumo diferente, e banco a mulher resolvida, firme e forte, para suportar no dia seguinte, o sorriso que não vem. è uma opção, claro! é bom sentir só paixão também, te mantém viva e em estado de "felicidade instantanea". Mas, porque nenhuma dessas paixões quer falar de amor???

então te pergunto, e o amor?

Ahhh.... o Bicho comeu!
só pode.....!!!!!


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Carta á irmã que mora longe...


Ouvindo "Canto do Céu" - Chalaça, eu sentei aqui, pra escrever pra vc irmã. Tô de coração aberto e olhos lacrimejantes, pois a cada dia que passa o mundo lá fora me assusta, e tenta me devorar, e eu sempre quero voltar pra onde eu me sinta segura. Os amigos são para isso. E Ter vc como amiga e irmã, me faz sentir assim....como uma canção de Gil, um batuque de tamborim, um acorde de guitarra. Inspirada em suas palavras, em mais uma troca virtual nossa, coloquei aqui , um pouco do meu amor por vc, que é tão sincero e grande, por tudo que vc já fez por mim, pelo que vc é, e por tudo que ainda será em minha vida.


"Oi Irmã, hoje amanheceu garoando, aqui na cidade de pedra. Eu acordei de mau humor, daquele jeito que vc sabe, saí falando alto já, xinguei a nina porque ela continua fazendo xixi onde nao deve; mas no caminho do trabalho, coloquei um som, e relaxei. Abri um sorriso e me animei pra mais um dia de batalha. è, pelo visto somos do tipo "guerreiras", então um dia a menos em nossas vidas é um caos, por isso sempre estamos nos levantando dos tombos. No caminho pro trabalho resolvi refletir, pensar e tentar traduzir....

Sabe, eu Quero dar um jeito logo na minha vida. e, que o resto dela seja simples, assim; como uma curva leve no meio do caminho, e uma menina de amarelo á sorrir. então, a partir de agora eu desejo que o resto da minha vida comece logo... e não termine nunca...
Quero dar um jeito logo na minha vida, para que ela se encaixe perfeitamente na sua; minha irmã/amiga de risos fáceis que se deixam levar por qualquer melodia doce que ecoa pelo ares...
Quero dar um jeito em minha vida, para que possamos ser vizinhas, de portas além de corações.è incrível sentir um amor assim? por alguém que nem do teu sangue é, mas que daria a vida por você, em qualquer circunstância....
Eu quero dar um jeito logo em minha vida, para que você me anime de perto nos dias cinzas de São Paulo, e para que alegre os seus fins de semanas bucólicos do Cerrado de Brasilia. A gente vai dar um jeito logo em nossas vidas. A gente vai se aproximar novamente.

A gente vai morrer de rir das novelas ruins e mexicanas, a gente vai conversar até amanhecer, tomar vinho na varanda da casa de praia, nos apaixonar músicos inconstantes e viajantes; ainda vamos juntas ao Rio de Janeiro, fazer cada percurso que embalou cada fase nossa, e cada canção, do rock á batucada. Do Carnaval ao Ano novo, do Leme ao pontal.

vamos caminhar pelas areias de qualquer praia, vestidas de branco, jogando rosas ao mar...Falando sempre daquilo que nos uniu e nos move em tudo em nossas vidas: O Amor!Ninguém entende que a gente "ama" quase tudo, quase todos. Que pulsa quente em nossas veias, e gostamos mesmo é de navalha na carne.

A intensidade de nós duas, deixam rastros de que talvez hipoteticamente surtando, e geneticamente falando, nós temos elos parecidíssimos; que nos levam a crer que, Deus escolhe quem deve fazer parte de nossas vidas e ser chamado de OHANA. é por ele que nossos caminhos um dia foram cruzados na esquina da vida. E, é nele que eu acredito fortemente, para que de repente, nos traga de volta, uma á outra; de corpo presente e não só mais de alma e coração.
Debaixo da laranjeira, vamos levar nossos filhos para brincar; ou então de mochila nas costas vamos mergulhar no mundo, e descobrir tudo que está por vir, e por merecimento nos será concedido. Essas somos nós. Tudo e nada, muito e pouco. Achadas e Perdidas.

Porque não saber do dia de amanhã, é a melhor parte de ser como nós.
è nossa única e certeira; Verdade!
E a saudade???
Ah, a saudade é única prova que a gente tem de que não passamos despercebidas, e tbm a certeza de que nunca estaremos sozinhas.


Um beijo pra vc, minha irmã mais que amiga, sonhadora, menina e que adora amarelo!



domingo, 16 de agosto de 2009

È o que tem para hoje...


Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Ao vestir a roupa de mulher maravilha todos os dias, eu trago comigo, dentro do peito, um aperto chato. Esse aperto tem nome, tem forma, tem sensação, tem tudo...esse aperto é quase um "ser vivo". Exatamente! Eu simplesmente ODEIO quando dizem: Vc é tão linda, duvido que esteja sozinha, que ninguém queira namorar/casar com vc..duvido!!!!
Analisamos pelo ângulo de que, as pessoas hoje em dia estão aceitando qualquer negócio. Tratamos as relações como crediários de grandes magazines. Vc preenche uma ficha, que em alguns dias é aprovada, vc escolhe o que deseja, compra, e pode ser que vc goste ou queira trocar ou então vc descarta e parte para outra loja onde encontrará algo falso que pode ser que supra o vazio que vc está sentindo, hoje. Na verdade tudo o que diz respeito a : relações humanas; esta se deturpando.

Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Porque todos a minha volta parecem falar uma língua que eu não entende? agir de uma maneira que eu desconheço? e maquiar uma felicidade que não existe????? Qual é o verdadeiro problema em estar só????? se não é o fato de vc sofrer de solidão, ás vezes...Estar acompanhado de qualquer coisa é muito simples, e fácil. Eu acabo de deletar 3 depoimentos enviados via orkut; não atender á dois chamados no rádio, e ignorar um e-mail. Nenhum desses tipos me atrai, ou estimula qualquer vontade para que eu queira estar ao lado deles. Nesse exato momento eu queria mesmo era estar nos braços do personagem das duas últimas histórias; porque esse sim vale á pena, e infelizmente ainda tá rondando meus pensamentos, mesmo sabendo que nós não temos nada, absolutamente nada, eu ando curtindo uns flashs fotográficos, que me trazem o sorriso dele, assim...meio sem querer querendo.

Mas, voltando ao assunto....!
Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Hoje é domingo. Passei um fim de semana gostoso em família na praia. Mas eu realmente gostaria de juntar meus pés nos pés de alguém nesse fim de noite. Chega a me dar um nó na garganta, eu ouço uma canção e derramo uma lágrima. Nem sei ao certo porque. Amanhã eu sei que estarei novinha em folha. Pq eu não me permito mergulhar na solidão, eu apenas falo sobre solidão. Porque quanto mais eu transformar ela em algo comum, mais fácil fica para esperar o "par imperfeito" que está agora, em algum lugar.....do mesmo jeito que eu!

Eu consigo falar sobre solidão. Eu consegui falar sobre solidão.
Sinto o tempo correndo, e diminuindo o espaço. Sei que esse encontro está para acontecer, e eu vou voltar aqui um dia, para descrever tudo que vou estar sentindo, e claro, SOLIDÃO não fará mais parte da minha vida!

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Atenção - Sintomas!


Passaram-se alguns dias Já...!
A droga de você escolher muito com quem vai grudar os lábios e juntar os corpos, é que acaba sem perceber, se tornando a pessoa mais exigente dos últimos tempos. Consequentemente, "O escolhido”, quando encontrado, torna-se alguém tão tão, tão diferente que você quase pensa em largar tudo na sua vida, e ficar admirando, da estante, a melhor parte dele. Porque lembre-se: a intensa é você, e não ele. Você estava esperando por ele, ele estava esperando uma oportunidade. E vocês juntos só fizeram o que os dois queriam! Risos*

Justamente eu não pretendia falar de carência, como desculpa para isso acontecer. Ainda mais quando você reencontra alguém. Portanto, vamos retirar esse tema, e seguir na busca de uma outra resposta para tamanha sensação de desespero( imagine um desespero engraçado e não triste). Porque venhamos e convenhamos que, você poderia ter encontrado alguém mais ou menos, e que não combinasse, e que não tivesse um mundo tão surreal diferente do seu, e que, não fosse essas mil coisas que por enquanto você esta achando que ele é, porque sabemos que tudo nessa vida é convivência. E Já que você não convive, não sabe.#fato1

Então, já que exigência é a palavra da vez... como lidar com essa depressão pós-ficada/transasensacional? Como se garantir profundamente naquele extao instante, e achar que vai passar ilesa por essa experiência que demorou a acontecer, por conta da sua “seleção”????

Quanta prepotência, e ignorância; Achar que depois de tocar num homem daqueles, você estaria pronta para enfrentar a segunda feira no seu trabalho na repartição pública, voltar para casa, comer uma barra de chocolate, ouvir todas as músicas que você acha que lembra ele, e ainda tentar dormir antes da meia-noite porque faz bem para pele. Aff!!!!

Quanta imaturidade, achar que aquele calor todo ia ficar trancado naquele quarto,que ele levaria para cidade dele tudo de você, como quem embarca a emoção na primeira classe, da melhor Cia aérea, e espera que ela retorne de jegue......como você pensou que toda aquela fantasia passaria da madrugada de sábado para domingo?simples assim.

Sua estúpida!!!!!!! Ainda deu a sorte de fazer a ligação do dia seguinte, e ser atendida de primeira, retribuindo toda a sua exagerada forma de dizer: “Não paro de pensar em você, e como ando muito só, gostaria de verdade que você fosse o homem da minha vidinha tão chatinha, mesmo porque não seria sacrifício nenhum acordar todo dia e ouvir seu singelo e grosso: "Oi”. Seria trágico, se não fosse cômico.

Os indícios apareceram nas primeiras 24hrs. O nome na boca a todo instante, os pensamentos lentos, As idéias distorcidas, e os olhares mais críticos ainda, para tudo que é comum e rotineiro.
Passados as 48hrs, você já contou mil vzs a mesma história para todas as suas amigas, sua mãe já percebeu que seu apetite diminui, seu pai te chamou de lerda só porque você não encontrou o sal na mesa na hora do almoço, e nem vc agüenta mais concentrar tanta energia num corpo só....o Dele, óbvio!!! Risos*

Puta que pariu. Ele = homem maduro vivido,cheio de mulher atrás.
Você = menina mulher, sem tempo e saco pra perder com moleques, louca para perder o fôlego de tanto sentir amor! Equação perfeita para você bancar a bobinha e ele o fodão.
Mas, que culpa tem ele???????????Nenhuma!!!!!!!!

Tenho certeza que se ele soubesse do seu real estado emocional, carnal banal, Ele fugiria antes mesmo de abrir a boca e dizer: Vem! Apesar de que, alguns casos, pessoas idiotas( eu por ex), deixam o sentimento explodir no peito, e não abrem a boca nem ferrando para expor o que sentem e correr o risco de ver o outro morrer de tanto gargalhar..ou não...! #fato2

Bom, chegamos as 72hrs. Alarmante seu estado! A luz pisca intermitente, igual a placa de motel de beira de estrada; a temperatura á baixo de zero, olhar distante, olheiras roxas-esverdeadas, preguiça de tudo e cabeça lá do lado de saturno, aonde você surtará, chorará, gritará e assumirá a sua crise depressiva, depois de um grande encontro! mas o bom é que ninguém vai te cobrar e muito menos julgar; e claro, ouvir!

Esse é o tempo exato que um espermatozóide leva para fecundar um óvulo, ou seja, você encontra-se praticamente prestes a engravidar literalmente do que chamamos de: paixão!!!!
Resta saber O que vem pela frente...
Os sintomas são os mais diversos, enjôo?náuseas? desejos ?inquetações ? insônia, e por fim, tédio??????será????? È, porque vamos registrar mais uma vez: não estamos falando de amor....

A partir de agora, ou você perde espontaneamente e tem sua gestação interrompida, e, ou Depois de nove meses você vê o resultado...
Esteja preparada..!!!!

sábado, 8 de agosto de 2009

Algo mais ou menos assim...





Corro contra o tempo para conseguir cinco minutos no seu dia corrido de famosidade. Tudo muito complicado; passo dia com gripe, dor de garganta, pego transito caótico, e no exato momento em que saía de casa, minha meia-calça rasga. Os homens não fazem idéia da raiva que é ter um fio puxado da meia-calça, ou um salto quebrado para uma mulher. Eles também nem imaginam que quando aparecemos na frente deles, sorrindo e linda, o quão trabalhoso foi estar assim, ali!

Na medida do possível eu cheguei á tempo. Subo correndo pelo hotel, e nem dou satisfação aos recepcionistas, que devem ter me achado uma louca.rs!11º andar, 1111. Caminho pelo corredor, e meu coração acelera conforme o número do quarto se aproxima. Veja bem, para sentir frio na barriga, comigo, basta eu estar entrando numa aventura, ou em uma zona com uma placa bem gigante: Perigo!Nada de exageros, apenas realidade. Te vi a última vez á seis meses. Falamos pouco. Não temos o que eu diria:” uma relação”. Aquela intensidade toda do primeiro encontro ficou ali, ou melhor, lá atrás. Eu nem imaginava que esse segundo episódio aconteceria, e que, a mesma química, sensação, e até diferenciada, permearia os exatos 75 minutos que vc pôde me conceder.

Bato na porta, você abre. Me olha dos pés a cabeça. Sua cara é a melhor. Acho que você se perguntou o mesmo que eu: o que estamos fazendo? Que loucura é essa? Não sei, mas é bom e eu quero senti-lá. Me puxa pelo braço, aproxima seu corpo do meu, encosta sua boca na minha, me beija gostoso, com vontade! Adoro barba, realmente adoro. Risos*
Reclama do meu atraso, do seu companheiro de quarto, e se mostra receoso quanto: o que fazer em tão pouco tempo, para tudo isso de mulher??? se estiver errada me corrija ok!?
Me acha linda, mas não diz logo de cara. Reclama que é uma roupa difícil de tirar a minha, Me beija de novo, sente meu cheiro...e pára pra me olhar...sempre! Passa a mão na cabeça, como quem está pensando, ou melhor, não consegue raciocinar....Corre para porta, passa a tranca, e fica a espreita no olho mágico, esperando o amigo aparecer. Eu começo a sentir uma mistura de tesão e nervosismo. Te quero e não te quero. Digo que só fui te dar “um beijo”, mas você me pega pelos olhos mentindo, e sabe exatamente o que eu fui fazer ali, e eu não queria só que nossos lábios se encontrassem. Eu queria o verdadeiro confronto corpo-a-corpo. Eu queria suar e deslizar na sua pele bronzeada de surf e sol, eu queria meus cabelos descabelados, e minha maquiagem escorrendo, queria amassar a minha roupa, e sentir, sentir....

Você encosta de costas na porta, como quem “proíbe” uma entrada. Você Se divide entre vigiar o corredor, e contemplar-me! Aliás, você não perdeu tempo. Sento meu corpo tremer. Fecho os olhos e me entrego com “receio” que chegue alguém, e com vontade de que o tempo pare, e você ali, daquele jeito. Suas mãos, tão delicadas me tocam, passam pelos meus cabelos; Tenho certeza que passou uma das maiores vontade de sua vida. Mas, nós só tínhamos alguns minutos, e logo segundos....

Que delícia que foi, rever você. E talvez, não por apenas “ver”... mas, por ser você e eu. Algumas pessoas se entendem tão bem quando o assunto é “atração fatal”, que acabam até achando que seria maravilhoso se aquilo acontecesse novamente, de repente... Você percebe uma movimentação. Me olha e diz: eu prometo que da próxima vez teremos mais tempo, muito mais tempo. Meus olhos em você, e minhas pernas bambas permitem que diga uma coisa, pense outra e sinta outra também. Vou embora com teu gosto, e tranqüila, com uma sensação super gostosa.

Te entendo, e não te cobro, nunca! Odeio sentimentos e sensações ruins, e também aquele clichê de “ fui usada”. Gosto assim; da combinação de 2, de sentir essa liberdade, loucura, de verdade e intensidade. Gosto do que vale á pena. Mas confesso; te quero de novo. Por alguns minutos a mais da noite, por uma tarde, ou algumas horas na madrugada dentro de um quarto de hotel só nosso. Eu quero de novo. A gente merece isso!

Entenda, eu sou uma mulher de poucos homens. Eu sou a típica aquariana exigente que só gosta de viver o que realmente merece ser vivido; que gosta desse tipo de coisa, que parece não ser real e que muito menos cai numa rotina medíocre e falsa. Sou uma menina-mulher que não perde mais tempo com qualquer um, e qualquer história. Não gosto de expectativas, não as crio. Sou a guardiã do meu coração e do meu corpo. E me entrego quando sei que devo, e me jogo quando tem que ser....E por isso me considero hoje, uma mulher de bem comigo mesma. Passo por todos os conflitos normais da espécie e da idade; mas me sinto bem melhor assim, como sou aos 26 anos, do que quando tinha 18....Porque capto tudo o que pode me ser dado, e não suporto essas limitações e falso moralismo. Sou uma música de Lulu Santos: “ vamos viver tudo que há para viver, vamos nos permitir”. Eu me permito!

Não se assuste, por favor!Não falei de amor, de” para sempre”, muito menos de relacionamento.
Falo de encontros. De acasos, de oportunidades, de caminhos que se esbarram em esquinas....de voltas e distâncias que não impedem nem por um momento que a gente se entregue de corpo e alma para quem realmente compensa e vale esperar.

Depois disso tudo, assisti seu show. observei a gritaria, ouvi os comentários, e morri de ri, juro! È estranho para mim, mas eu gostei. Gostei da sensação de ter tido aquele homem, um pouco antes dele estar ali, radiante, soltando a voz grossa e encantando.....Você estava na boca de muitas meninas, nos desejos que elas alimentavam; e, eu me senti maravilhosamente bem. seria estranho e louco? Rsrs Mas foi real.Hoje já é outro dia. Sabe Deus onde você esta, nessa sua vida sem rotina de pop-estar. Talvez você nem tenha tido tempo para pensar nisso tudo, como eu acabo de ter. mas quer saber? Não me importa.

Sei que Provavelmente ao término desse “conto-email”, você vai sentir um prazer absoluto; vai se lembrar dos meus cílios gigantes e ter um desejo imenso de viver cada vez mais, sua vida com vontade!

Ei famoso, segue sua estrada!
A gente vai se falando, a gente vai se lembrando.... Beijo e até a próxima!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

"Ciclos; por mim mesma..."

Não deixe de perceber quando um ciclo se encerra em sua vida. Não, não é fácil enxergar isso. Mas não é impossível. Temos a sensibilidade para ver em cada detalhe, que estamos deixando alguma coisa passar que nossa omissão acaba permitindo. Sabe quando vc costuma ganhar mais criticas do que elogios? Ou quando seus amigos te dizem em poucas palavras: muda seu comportamento ou ficará insuportável conviver com vc? E quando seus familiares parecem se tornar fardos e insuportáveis, e então vc começa achar que está numa crise existencial e pode á qualquer momento explodir ou implodir?

Pois é, bendito ciclo! Nada se encaixa; a felicidade fica falsa, as coisas superficiais, relacionamentos mais banais; lágrimas não caem mais, suas emoções não ficam tão aparentes, seu coração endurece aos poucos... e a cada dia sua esperança escorre entre os seus dedos e os daqueles que diziam te amar, e nada fazem ou querem. A vida nos dá sinais nítidos de que algo precisa ser mudado, urgentemente. È mentira quem diz que entrou numa "fria" particular sem perceber. E, é hipócrita dizer: "Ai, não consigo enxergar onde estou errando."

Oras, se vc já percebeu que está errando, é porque sabe o lugar da ferida. Toma coragem e vai cutucar ela ate sangrar mesmo. Existe pomada pra isso. Tudo tem cura. Porque não encara logo de frente? Face to face! Libera toda essa coisa ruim que tenta manter você numa prisão dentro de si mesmo. Os sinais, eles estão em toda parte, em tudo, sempre. E vc ainda vem pagar de vítima da vida??? Você ta aqui porque, pq tem que estar aqui, exatamente nesse lugar. As perdas que você teve, foram providenciais para que vc captasse o motivo da sua existência. Tem-se uma missão, seja ela qual for, precisa de fato se integrar, ter ela parte de vc, senti-lá da maneira mais verdadeira e intensa.

E nem sempre isso acontece da melhor maneira possível. Alguns acreditam que as maiores dores da vida, podem se reverter nas mais diversas vitórias e perspectivas. E , a partir daí, você se torna um "ser" um pouco mais iluminado, em um nível de espiritualidade e inteligência acima dos demais mortais; porque de fato foi obrigado a lidar com alguma coisa que lhe foi imposto e nem sequer pôde dizer que não estava pronto para isso.

Entende aonde quero chegar? Não se pode recorrer á máquina do tempo, e mudar o que passou. Se todos os dias estão aí para vc, é pq merecem ser vividos. Porque é seu por mérito. Todo mundo pode escolher a vida que quer levar; As mudanças, os caminhos, estão ai á todo instante, nos mostrando que não somos donos de nada; nem de meias verdades e nem de futuros prometidos.

Se o seu sonho de ser um astro do rock, ou uma atriz de ganhar Oscar, não aconteceu ainda, é porque em algum momento dessa caminhada alguma coisa foi esquecida. E, ou, talvez por dentro você ainda não esteja preparado para agüentar toda bagagem que há junto de um grande projeto á ser realizado. Enquanto vc não se exercitar, engravidar de seu sonho, se preparar e esperar, de corpo, alma e coração, e, isso não for lembrado e colocado em prática.... seu plano de se realizar e poder viver daquilo e do jeito que sempre quis, nunca irá se realizar.

Tudo está entrelaçado na vida! Não é cada coisa no seu "quadrado". Não se separa, o profissional do pessoal e diz que basta ter apenas um dos dois. Se você não está feliz na sua relação sentimental, e quando coloca tudo na balança, está tendo mais saldo negativo do que positivo, "blééémmmm" escuta a campainha! talvez seja a última antes do término da sessão: "felizes para sempre! "E depois quando acenderem as luzes, não se assuste com a realidade nua e crua; e não venha dizer que não teve culpa e não viu o tempo correr, muito menos jogue a culpe no seu parceiro(a). Os argumentos que falam sobre: pena, apego, comodismo e falso moralismo, precisam ser exitintos. E pode ficar calmo, você sobrevive! e a outra pessoa também; mesmo que ambos não percebam isso juntos. e se por dez segundos vc consegue realmente ver que quem está ao seu lado não esta feliz ou está errando e assim te causando um mal estar absurdo... pare de ser egoísta e preguiçoso! Vá viver as coisas com verdade, mesmo que elas durem 24hrs. Ponha logo os pingos nos “is” e deixe esse papel dramático de lado, de telespectador da própria vida. Isso é o fundo do poço, e sem molas!

O poder de dominar é encantador. Só que infelizmente querermos isso, só traz atraso. Enquanto seguimos tentando dominar algo, alguém ou alguma coisa, perdemos míseros segundos de prorrogação que Deus, ou Alá, ou seja quem for, está nos dando de reconstruir os pedaços de areia que estão ruindo do nosso castelo. Não perceber, fingir que não vê; tapar sol com peneira, empurrar com a barriga, tudo isso só vai fazer com que daqui dez anos, vc veja o quanto foi burro e o quanto esse tempo vai lhe fazer falta dali pra frente.


Nós temos a mania terrível de achar que seremos assim para sempre! e que teremos tempo suficiente para errar, e consertar tudo...Temos todo tempo do mundo, sim!
Mas, concorda que cada gota de suor ou de lágrima é sagrada para quem quer aproveitar o máximo que a vida pode lhe oferecer? Portanto, se você não é o tipo acomodado, bancário, que faz exatamente as mesmas coisas todos os dias, e mantém a tradição milenar de ler jornal tomando café.... Acorde!!! Já!!!! Entenda e assuma de uma vez por todas a postura que a sua vida quer de vc.

Pare de perder tempo querendo modificar o pensamento das pessoas, e fazê-las acreditar que o que vc pensa e faz é o melhor, porque não é. E vc sabe muito bem disso. E mesmo que fosse, vc não possui a capacidade de promover em alguém essa visão que só sua. Aceitar essas diferenças é ter sabedoria. Comece a reverter toda essa energia que vc gasta com sua teimosia, para flexibilidade e capacidade de auto-regeneração em poucos minutos. Quando sentir vontade de gritar mandar á merda tal pessoa, faça! Pense que a cada grito abafado, sentimento guardado, é como se existisse “um saco” de sensações dentro de voce, que vai ficando pesado e tem prazo de validade! Imagine, então, o que você será daqui 20 ou 30 anos??????? Um monte de restos e sobras...

Eu tenho certeza absoluta de que, depois desse "soco na boca do estômago", você vai perceber que chegou a hora de recomeçar!! vc tem de estar literalmente dentro da sua própria vida, tomando as rédeas de tudo, do que é de fato seu, por esforço e conquista. Acredite, as amarras que te seguravam fortemente, nunca mais vão te impedir de quebrar barreiras; trocar os ciclos, aprender e amadurecer. Você vai ver que delícia que é, poder ser aquilo que você sempre quis ser, mas antes, tinha medo: Ser VC mesmo!

domingo, 2 de agosto de 2009

O significado de uma vida sentimental silenciosa


Não consegui desligar noite passada. sabe quando vc deita, e seus pensamentos ficam presos nas últimas cenas e acontecimentos? Pois bem, essa madrugada foi exatamente assim. Eu ouvia a mesma música a noite toda, como um vinil arranhado que servia de "tema" para os olhares perdidos na noite fria; eu via as mesmas pessoas; um pouco mais perturbadas do que o normal, os movimentos, e o sorriso dele. Ou melhor, a falta dele. Eu sabia que ele não estava bem, mas eu não conseguia fazer nada para ajudá-lo. Mesmo porque, ele não queria ser ajudado. Então, segui as poucas horas, que me restavam na cama, assim....com uma confusão mental. Ora eu sonhava que nos beijavamos loucamente, ora que nos estranhavamos friamente em meio a multidão. Aquela maldita sensação terrível de cabeça girando por culpa dos dois dedos da vodka barata, tomada no "calor" do oba-oba também não ajudaram nem um pouco, trazendo um mau-estar esquisito de quem precisa vomitar e não sabe nem como colocar o dedo na guela. Ele me perturba! Ele sempre me incomodou. E, imagino que ele também já tenha reparado nisso, porque eu sou pouco discreta sabe? isso, se ele também não se sentir perturbado! Bom, de uma maneira ou de outra, um ruído nunca vem de um lado só. Sempre me desgastei, dediquei, qualquer coisa de quase nada, nessa suposta relação mínima e atribulada. Credo né? Risos*

Calma! na verdade, eu simplesmente tenho o dom de sentir um leve frio na barriga, por caras com jeito de "malandrão", olhar de menino carente e desconfiado, sorriso largo e jeito de "aparecido". Aquele que faz as melhores piadas, que fala mais alto, que chega chegando, que implica com tudo em mim, que sempre critica o que eu falo, que repara no que eu visto, e nunca diz "obrigada", "dá licença" e elogia. Puta que pariu!!!! esse tipinhos manjados fazem minha cabeça e me deixam atordoada. Nesse caso, tivemos uma discussão um tempo atrás, e eu senti um ódio profundo das coisas que ele me disse. E, percebi que de alguma maneira, ele me afetava, e muito! E isso, me irritou ainda mais. Depois disso, eu o vi algumas vezes. Ignorei uma, duas, esperei ele engolir o orgulho, o que aconteceu! ele veio falar comigo do nada, sem nexo....e pronto; já achei que estaria resolvido nossa pequena desavença e voltariamos para aquela fase de discordar em tudo.De ás vezes se cumprimentar, ás vezes não, eu te adoro, e eu te detesto, sabe?!Numa atitude de "trégua", peguei-o pelo braço, disse alguma coisa em seu ouvido, e dei-lhe um beijo carinhoso, na bochecha, claro! ele aceitou, digo até que retribuiu, mesmo que sem entender...nem a minha, nem a dele(atitude). Mas, temo de verdade que se inicie(re) um joguinho intenso de "quem perturba quem", e sempre quando um quiser fazer as pazes, o outro vai querer brigar. E, eu não posso deixar parecer que EU quero que fique tudo bem , em nome de qualquer coisa... Ele se acharia eternamente se eu fizesse isso. Nunca, não posso!

Caramba viu! eu fico num pé de guerra interno quando percebo que estou concentrando energias demais em um "lance" assim, que eu nem sei o que é, nem tem uma classificação, nem legenda.....Eu entro quase em pane. Mas, o que a noite mal dormida e o estereótipo acima tem em comum!?

Tudo.

Como posso dar um fim imediato nisso??? de não baixar a guarda, não aceitar ser dominada por tipos assim, parar de bater de frente, ser menos metida, menos orgulhosa, e ou, exigir que eles se declarem e eu não precise mover uma palha para que isso aconteca. Eu tenho uma atração fatal por quem bate de frente comigo e me tira do sério seriamente.

Puta que pariu - parte 2

Digamos que o fato deu chamar atenção dele de alguma maneira, ou de todas, deixe no "ar" algo que não pode ser dito e nem executado, por conta das circunstâncias, dos relacionamentos, e de tudo que implica nossa "pequena relação". e aí!? Como vou poder resolver isso?
Será que as brincadeirinhas sempre tem um fundinho de verdade mesmo?
Será que o que eu achei que já sabia de conquistas, e relações, derrubam a tese de que, eu talvez não entenda porra nenhuma de nada?????

Vou fazer dois comentários que a minha mãe me disse hoje, e que fez eu ver que a situação da minha vida sentimental é extremamente caótica e exije medidas extremas de emergência; Porque ainda dá tempo de socorrer e levar pro PS 24hrs.

1 - " Filha, fulano disse que não tem coragem de se aproximar de vc, que com certeza vc daria um fora nele, e que ele te acha muito linda, muita inteligente, muito tudo! que ele nem sabe se merecia tanto assim, nem como ele chegaria em vc, ainda mais por vc ser minha filha......."

2 - "Liga lá naquela moça que é meio mãe de santo, meio terapeuta. to desconfiada que fizeram uma macumba para vc. Porque não é possível que durante todo esse período, as pessoas que você tenha se interessado, e que aparentemente tbm tenha se interessado por vc, por algum motivo as coisas não saem da estaca zero. Liga Carolina, marca uma consulta urgente e dá um fim nesse desencontro. Tem alguém esperando você, e você vai ter que facilitar essa busca! "


FIM.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Quem é guerreiro, tá ligado que guerreiro é assim...

Nesse exato momento, ela tentava respirar fundo e se concentrar para não cair nas "armadilhas" do inimigo. Nesse instante, uma voz irritante, insuportável ecoa pelo ambiente e toma rumo dos seus tímpanos que já não suportam tanta falta de afinação.
Ontem foi um dia marcante e divisor de águas para ela. como pessoa, como mulher e profissional. Encerrou-se um ciclo de falsidade e hipocrisia. Aquele jargão do "tapa de luva" já não servia mais para aquela "ser" de aspecto feio, sujo e áurea carregada.

Ela sabia que deveria ser firme e forte para arrancar aquilo tudo de dentro do peito. Que já não suportava mais ser desrespeitada e apunhalada pelas costas e vítima de picunhas, disse-me-disse, que consequentemente a estavam impedindo de exercer aquilo que ela mais amava: sua profissão. Tentaram manipular ela, troxeram ela para lado que parecia ser o bom, e quando a menina se mostrou decidida e incorrompível passou a ser uma espécie de ameaça aos que não se sentiam confortáveis ao lado de pessoas competentes e seguras. Puxar tapete, passar por cima, "tesourar", "boicotar", qualquer coisa do tipo.

Ao vomitar tantas palavras e dizer tantas verdades, sentiu o peso exalando pelos poros, como suor. Quebrou a corrente, e decidiu olhar nos olhos do adversário. Inimigos declarados são os melhores de serem destruídos. A Menina incomodava tanto o corpo carregado e ateu, que á todo instante o mesmo instigava, e tentava de diversas formas desestabilizar, atingir, irritar e seja lá o que for... transtornado, estava como alma ruim passeando no céu. A indiferença da menina corroía. Agora, ela sabe exatamente como deve prosseguir. È a força que vem não se de onde, move não sei o quê, e mantém quem realmente é do bem, tem capacidade para exercer tal função e está onde está por honra e mérito.

"Que os inimigos nem em pensamento, possam lhe fazer mal"

Tudo que se conquista, tem direito absoluto de ser seu!
Ao que tudo indica, a guerra está só começando.

sábado, 18 de julho de 2009

pensamentos, sensações e escolhas

Incrívelmente incrível quando crescemos de fato e nos damos conta de que, temos caminhos e opções para seguir e viver, e isso implica para o resto de nossas vidas. Tenso hein!? Acho um fardo bem gordo carregar essas renúncias e escolhas, mas creio que não poderei fugir muito disso. Cada vez mais percebo, que o certo para alguém, nem sempre trará uma coisa boa para mim. e vice-versa. Percebe que nem sabemos ao certo o que é o "o bem e o mal"?Sim, confuso.
Falando de uma maneira generalizada: Temos sempre que estar atentos, pois no mundo de hoje, virar as costas não é a atitude mais segura. Me sinto como se sempre alguém estivesse preparado para me apunhalar. Me vejo em situações de extrema ingenuidade, e me pego em ocasiões que nem sei ao certo o "Porque" fui parar ali.Me sinto despreparada para esse "mundo cruel". Caio na bobagem de dizer alguma fraqueza minha para quem menos merece ouvir; ou compro a certeza de que alguém me conhece bem, e sabe que eu jamais teria determinada atitude, eu sou uma bundona, como diz meu chefe..rs!
Não vejo o mal ás vezes, porque não faço o mal. entendem?
Tá bom, vocês não estão entendendo nada.... rs!
Tenho amadurecido, e tenho tentado me proteger. Das disputas diárias no trabalho, da malícia dos outros, dos pré-conceitos, dos ex-amigos, ex-colegas, daqueles que não me conhecem e ainda assim me julgam.... daqueles que um dia sentiram ódio de mim, ou porque fui demais ou de menos....


Acontece que, se tratando de habitantes do mesmo planeta, tudo pode ser fatal, e qualquer movimento tem que ser friamente calculado. E não é paranóia, eu juro. eu sigo buscando o bem, sem saber exatamente o que o mal. e no meio disso tudo, existe sempre a escolha certa.


Não existe?!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

De volta para o futuro!

É impossível prometer que não escreverei e nem falarei mais sobre assuntos como: amor, paixão, busca, parceria, desamores, dissabores,e ou quaisquer relações de afeto. Enfim, na atual conjuntura da minha vida pessoal, eu posso fugir desse tema por um mês no máximo. Mas, como me sinto perfeitamente preparada, vou falar do passado. Porque quando algo me incomoda, eu não consigo me pronunciar, mas quando resolvido, por pra fora é três palitos! Então, Cá estou eu...

Falando em números, Pra quem não sabe, eu namorei por 4 anos e 7 meses. Estou solteira desde agosto/2007. Ele jurou de pé junto que não foi por outra que ele me deixou; mas com menos de uma semana, ele já estava curtindo um fds romantico, no mesmo lugar onde sempre me levava, sei disso, porque tive a fase de futricar orkuts alheios, e vi uma foto com data...!
e depois de, se não me engano, uns seis meses, eles começaram á namorar, e que eu saiba estavam juntos até uns 15 dias atrás( eu sei, pq tive o prazer de cruzar com ele ontem, e , já está em nova cia). Enfrentei um longo período de luto. Derramei litros de lágrimas, pensei em largar tudo por cinco vezes, quis me mudar do Brasil por três, fiz duas cirurgias plásticas, bati o carro feio, tive quatro crises de amigdalite forte, larguei de dois empregos por falta de emocional, e mais alguns percalços que agora, não estou recordando...rs!

Bom, esse breve histórico foi apenas para colocar vcs a par do que houve, para vcs entenderem o que está havendo. Eu vou ter que admitir que desses quase dois anos separados, eu estou bem somente á um. Ontem eu fui encontrar um amigo meu, antes de encontrar meu paquerinha, que estava trabalhando até tarde. Chegando no local, me deparo com falecido, acompanhado de outra já! Aquele lance da catraca eletrônica sabe? e Morrendo de amores, feliz da vida, no maior grude....eu fiquei chocada. Não, Gente, não gosto dele mais, não senti ciúmes, nada!
Eu sentia ciúmes da menina q ele me trocou, mas ontem eu senti e vi muitas coisas estranhas que até preferia nao ter visto.

Primeiro, eu não reconheci ele. ele me pareceu um estranho. Olhava e não via um ex que eu dividi uma vida. via um menino, besta, e que não tinha nada haver comigo. Daí, depois, comecei a pensar na ex dele. Se ela estaria sofrendo, se ela visse aquela cena, o que ela faria...fiquei me colocando no lugar dela( sei que ñ é certo, mas não resisti). O cara que eu namorei não era escroto assim. Não tinha essa falta de valores, Meu deus, será que eu era cega???

Entre os amassos dele, e seus olhares em mim quando estava distraída....que eu pesquei todos! rs! eu comecei a sentir outra coisa: dó da menina que tava com ele. Quase peguei ela e disse um monte. Quase que falei: "meu, vc é linda, nova, tenta ver mais do que está diante dos seus olhos. e Se cuide, não deixe ele te machucar, ele tá querendo só diversão..."
Mas, óbvio não fiz nada disso. Resumo da noite, foi que eu fui embora cedo, pra encontrar meu paquera, e fui pensando em várias coisas, e a mais importante delas: Que eu realmente não poderia estar melhor! Que ele( "o ex") não poderia ter feito nada de melhor pra minha vida, do que terminado, e do jeito que foi....terrívelmente. Daí me lembrei de uma frase que ele disse na época: "Cá, esse cara que eu sou com vc, não é o verdadeiro. eu tive que mudar pra ter vc, pra te acompanhar, mas eu sou diferente. sou moleque, sou bobo ainda, quero ter uma vida mais leve, uma relação mais leve, por isso não dá mais."

Pausa.

Acho que agora, essa frase faz completamente sentido. Admiro a coragem dele se livrar de mim, e de assumir que ele não era real, e que não podia me dar nada além do que dava...que era pouco. Admiro também por ele ter tido a coragem de ver que não estávamos felizes, e que não poderíamos mais nos fazer bem. que nosso momento tinha se esgotado. e dali pra frente seria total perda de tempo. Mas também sinto vergonha, pela atitude canalha de terminar pelo telefone, por não dar satisfações aos meus pais( ele morou com a gente), e por não ter tido a hombridade de assmumir que era por outra que ele sentiu forças para me deixar. Sua covardia era nítida e isso não me alegrou nem um pouco, pq sempre busquei pessoas de "peito" para me acompanhar na jornada da vida...

Eu só lamento realmente, pq além de ver um estanho, e não sentir nada, eu vi um vácuo, vi uma falta de valores imensa. Me assustei por me sentir assim, por que não imaginei que depois de tanto sofrimento e dor, ia aparecer uma mulher tão forte, esclarecida e decidida. Que todo esse fim trágico, me traria tanto amadurecimento, á ponto de olhar hoje e enxergar perfeitamente que eu não deixei nada pra trás, e não perdi nada. às vzs quando eu acordava no meio da noite, naquela época, estava desesperada de saudades dele, ligava e o cel tava desligado, eu suspirava e dizia pra mim mesma: "Calma carolina, um dia vc vai rir disso tudo, vai passar e vc vai ver as coias mais claramente".

Passou, doeu, foi, e hoje não representa mais nada. Seria eu uma pessoa fria sem coração? Nunca, jamais! estou mais quente do que nunca, e tenho o coração pulsante de sangue, de sentimento, de desejo, de tudo que é bom sentir....!! Estou me re-construindo. Me cuidando. Para que meu grande amor apareça seco para me fazer feliz. Estou a cada dia me resguardando mais, e evitando ao máximo pessoas vazias, sórdidas e sem brilho no olhar.

Eu me lembro de algumas cenas, de brigas homéricas em que eu vomitava tudo isso nele. Dizia que via tudo isso nele, ele se ofendia, retrucava, a gente fazia as pazes, e eu continua com um aperto no peito. Mal sabia eu, que no fundo, bem lá fundo, tudo fazia sentido. Eu sempre soube, eu sempre via, talvez eu seja a única mulher que tenha conhecido ele tão verdadeiramente, e que também tenha sido tão falsamente conivente com que ele era. Falta de experiência, falta de valores, falta de paciência, e preguiça de querer ver o mínimo que possa existir entre duas pessoas: Lealdade e verdade.

Não é o tempo de namoro, não é o verbo" namorar", não são as alianças, não é programa de família todo domingo, não é nada disso que faz dois corações serem um só e nem de uma pessoa, verdadeira. As relações humanas, os sentimentos, eles estão tão além das coisas simples desse mundo, que pouquíssimos de nós, conseguimos ver...

Hoje, mais do que nunca, eu agradeço á Deus, a vida, a minha família, aos meus amigos, e acima de tudo a mim mesma; por perceber á tempo, que ainda há muito pra descobrir, muitas pessoais legais para conhecer, para acreditar e para ser feliz, muito feliz!

sábado, 6 de junho de 2009

Moral da história...


Tava navegando pela net, e dei de cara com a seguinte manchete : "Vaza para internet a capa de Valesca na Playboy". Li, re-li, li de novo e parei para tentar entender. o quão grave ou quão forjado foi esse vazamento!? Será que a Valesca está arrasada comendo caixas e caixas de chocolates, chorando em frente ao monitor????ou será que Valesca "a popozuda" precisou desse empurrãozinho, para que os machos compradores de playboy se acostumasse com a semi- celebridade na capa????

Quantas perguntas que não querem calar. O fato é que: Valesca é capa de uma revista.
Valesca deve ter uma história de vida muito triste. Eu jamais, eu disse JAMAIS, gostaria de estar no lugar da Valesca, quero deixar isso claro. Eu só cultivo nesse momento um sentimento esquisito!rs! Estava também, tentando entender o "porque" dessa frase horripilante na capa, que por sinal , deve ser uma letra de um funk.

"Vem pro Baile, sem calcinha".
Simmmmm, é a isso que nós mulheres de fato, de respeito, nos reduzimos.
Quando vejo certas coisas, me sinto automaticamente humilhada, sem contar que morro de inveja da vida dessas "moçoilas". è clínica de estética, é bronze, é salão, é academia....
Meu DEUs!!!! quanto tempo livre não!??????
eu tbm seria a maior gostosa do universo se pudesse me dedicar assim....

Tirando minha inveja de lado,pq ela é uma gostosona e eu uma sedentária; voltemos ao assunto.
Mulheres de respeito, de profissão, de sonhos, de alma, de caráter.
sabe porque estou me comportando assim? pq sei que são por causa dessas mulheres, que cada vez mais os homens nos respeitam menos.
Hj em dia, todo mundo é vadia, até que se prove o contrário. Não to xingando a moça da foto, mas eu to dizendo que essas atitudes nos diminuem como espécie. Eu não sou santa, não sou bobinha e nem puritana, só acho que podemos aproveitar a vida, da maneira que for, e ser nós mesmas e mesmo assim impor limites e ensinar a nos respeitar!
Um dia fui á uma balada e dei um fora no carinha, ele me responde assim: "Vai vadia, vc ta precisando é dá a bunda pra melhorar sua cara". Gente, coitado dos pais desse cara, Imagine a decepção de saber que ele solta esse tipo de frase, do nada, em baladas, para mulheres que ele não conhece..não sabe nada. Já pensou eu contar para os meus pais que ouvi isso?
è simplesmente banal esse destrato dos homens em geral, seja por grosseria, xingamentos ou atitudes. O negócio é que eles não respeita mais nós mulheres. e não estão nem aí, se vc é de família, se vc tem educação, se vc tem alma, ou coração.
Para maioria nos resumimos nisso. Uma bunda gostosa e grande!
e se vc não tem um bumbum assim, pode começar a sofrer, vc está fora dos padrões.
Eu sonho com o dia que os bons moços que estão escondidos em algum lugar, encontrem com as boas moças; e juntos, entre 4 paredes, eles possam fazer a maldade que bem entender.
Diante que façam direito.Desde que se respeitem, desde que não sejam apenas " o pinto" e a "bunda".
Aí sim, podemos voltar a falar sobre moral.

domingo, 31 de maio de 2009

Reflexões da hora do Banho


È incrível como nessa busca pela companhia ideal, (mesmo quando não assumimos que estão "na busca") nos deparamos com pessoas que parecem ser extremamente legais e combinam com a gente. mas, de repente, meio sem querer, descobrimos algo que não nos agrada. E daí?
Daí que eu fico meio que arrasada quando isso acontece.Talvez porque estou muitooooo tempo sozinha, ou talvez porque eu perceba algumas coisas e outras não. Pra falar a verdade, é que eu fui tomar banho hoje e acabei chorando!!!!

Enquanto a água quente caia no meu corpo, eu fechei os olhos e fiquei tentando entender o "porquê" de tanta coisa acontecer...e de outras tantas não acontecerem....
Tive um bate-papo com Deus! questionei, ressaltei, suspirei e por fim, aceitei. Chorar no chuveiro sempre me aliviou. Seja quando eu tava morrendo de raiva de alguma coisa, que por algum motivo não pude por pra fora, ou porque aquele ficante de quando eu tinha 15 anos, tinha mentido que estava em casa doente e foi sair com a menina rival do colegio popular da cidade...

O fato é que: chorar no chuveiro me faz pensar, e até demais. Alguns soluços foram pela TPM, que graças a Deus deve ter ido pelo ralo! Outros foram pelo simples fato de ter relembrado alguém que á séculos eu não me recordava; e por último, uma paranóia incrível que tomou conta de mim essa tarde: "serei eu, uma mulher moderna demais, bem sucedida e sozinha?"

Confessso que eu nunca tinha pensando nisso. Sempre tive a certeza dentro de mim, de que acharia uma pessoa perfeita para minha imperfeição, sempre acreditei muito no amor, mesmo depois te de ter tido uma decepção que acarretou 1 ano e pouco de luto.

Acontece que trabalhar demais, sair demais, se ocupar demais, só significa uma coisa: solidão!Você não quer estar com você mesma; porque sabe que isso vai pesar. Tá, pode ser exagero meu....ok, eu sou aquariana, não posso fugir do meu lado janet claire! Mas, porque será que quando a semana está coberta de trabalho, compromissos, eventos, eu não percebo que gostaria de estar debaixo do edredon com alguém?

Porque, Por que, porquê??????????????????????????????????????????
I do no!
Eu gostaria de conseguir tantas respostas sem ter que passar por essa quarentena( que dura dois anos já risos***) Eu queria ter aquela vida simples, pacata, e talvez medíocre, mas que, em algum momento, eu simplesmente tivesse um ombro para encostar minha cabeça....um ombro só para descansar. è mentira quem diz que é super feliz sozinho. Como também é mentira quem tá junto, trai que nem louco e diz que ama loucamente e é super feliz assim!

Oras, vamos viver a libertação! ou é uma relação aberta e sincera ou é uma farsa!!! por isso existe os status do orkut(namorando, casado e relacionamento aberto). Vamos ser independentes! deixemos de ser medíocres! Vamos viver tudo que ha para viver.....vamos nos permitir!(frase de msn das mal comidas que acabaram de levar um pé, e querem provocar o ex via net, risos*) brincadeirinha!

Nesse exato momento, eu só queria: um riso sincero, uma bono de chocolote, um filme, e um abraço quente e macio. Não me instigam mais "os frios na barriga", me atrai o abrir dos olhos no dia seguinte.

desculpem o palavrão mas, TÁ FODA!!!!!!!!!!
De hoje em diante eu só vou tomar banho frio. Chuveiro quente me faz pensar demais.....demais!
e talvez eu ainda não esteja preparada para isso.

terça-feira, 5 de maio de 2009

eu


Estar comigo mesma; no centro, na claridade, na paz, na serenidade... é algo divino!

è preciso algum abrigo pra minha própria proteção, para descansar meu coração.

TUM, TUM, TUM TUM....

ouço as batidas aceleradas, no silencio..em mim...!

Vms viver a vida com coragem.

E, para ser assim, é preciso ter peito.

sábado, 25 de abril de 2009

Lá fora




Olhar para fora e acreditar que vale á pena.
Todo sentimento ruim, de angústia ou dor, se esvai quando você decide que o tempo dele se esgotou dentro de ti. O nó na garganta que chega a fazer um barulho quando engolido a força, desce calmamente e provoca asia. E vem aquela ânsia e a vontade colocar para fora aquilo que está sufocando é maior do que a vontade de viver. Porque não há vida quando se sente assim.
Não há nada além de você com você.

Continuemos a olhar para fora. a sensação ruim passará. Não se sabe ao certo, se foi a falta de amor, a crise no trabalho, as insatisfações momentâneas ou simplesmente um dia não tão bom.
O que importa é que, fora de si, tem um infinito de possibilidades, prontas, esperando nosso exato momento !

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Melhor Lugar

Se fosse por mim, eu ficava; Mas vê como tudo lá fora mudou...
O tempo passou feito um louco, quebrando as vidraças, E a gente ficou...
Aqui, sem ter nem pra onde ir, por medo ou preguiça.
Aqui, ilhados por nós, Sequer rastreados por nenhum radar

Aqui parecia ser o melhor lugar
Quem disse que a gente precisaPerder um ao outro pra se encontrar
Se nada nos prende ao passado, Não é o futuro que vai separar
Enfim, Encosta teu barco em mim, Que o sol já se pôs....
A sós, O mundo termina na fina fronteira dos nossos lençóis.
Em nós; Espalham-se os laços Desfazem-se os nós.
Sonhamos paisagens, compramos passagem
E nunca voamos pra lá, Enfim, Passeia tua boca em mim
Até me calar; Aqui, ainda parece o melhor lugar.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Das mudanças



Naquele instante eu pude perceber que algo havia sido destroçado. Que não parecia apenas uma ligação de : desligue-se de mim.Ele que antes parecia gostar tanto dela, e a fazia se sentir tão essencial para seus desabafos e risos de doer a barriga, hoje mostrava-se indiferente.
totalmente indiferente! E, que diferença faz?????

Monossílabo, sarcaz, era uma outra pessoa que estava ali na minha frente, rindo para pessoas estranhas(para mim) e procurando uma alegria que não existia, porque de fato, eu estava pertubando-o. Não sei bem ao certo o que aconteceu para deixá-lo tão bravo e decidido, e definitivamente distante! Por enquanto, para sempre.ele simplesmente mudou, trocou de personalidade como quem troca de roupa. Deu um aspecto mais comportado e sério ao seu rosto de menino.Despiu-se da irreverência e do belo sorriso que sempre carregava consigo onde quer que fosse e com quem estivesse. Só para falar mais baixo, mais grosso e curtamente. Para simplesmente se desfazer daquilo que estava causando furdunço na sua pacata vida.

Talvez tenha lá os seus motivos, pode ter passado por uma situação que o deixou totalmente surpreso e que o tenha irritado muito. Sei lá, pode ser que ele não queira realmente ter que se preocupar com “os outros”, por isso, agora só anda se puder sentir os dois pés bem firmes no chão, e só se relaciona, se não exigir nenhum esforço físico e mental.O bom é que tudo isso Impossibilita e evita qualquer chance que lhe aparece de poder voar, de ir mais além, de experimentar sem medos, de testar, de gostar, de ter pessoas diferentes por perto, trazendo aquilo que não é encontrado nas prateleiras de lojas de conveniência. Criou uma barreira que por vezes tenho a nítida impressão de que é intransponível e inquebrável. E mesmo que eu insista para mim, e até mesmo para ele, no fundo, bem no fundo, eu sei que não há absolutamente mais nada a se fazer. E o que fazemos quando descobrimos que não somos irresistíveis? Que existe sim a possibilidade de alguém não querer fazer parte da sua vida e vice-versa, e mesmo que vc tenha passado por esse alguém, foi totalmente despercebido e não modifica em nada o curso das coisas..



Que beleza hein!?Nas poucas vezes em que sentí que eu poderia atravessá-la(barreira), encontrei uma outra sucessiva, que era ainda maior que a primeira. Foi bem difícil para mim chegar até certo ponto. Mas, foi vital, porque me obrigou a perceber que não cabe só a mim fazer grandes saltos. Ele perdeu o que havia de melhor nele, ele mesmo, sem máscaras, sem novas roupagens, sem novo dicionário ou etiquetas, sem desculpinhas esfarrapadas e muito menos sem esse “ar” arrogante e frio.Talvez ele não seja o tipo de pessoa que queira encontrar-se ou deixar-se encontrar por aí...Prefere fingir qualquer sentimento arranjado e viver de interpretações e personagens vis. E, eu??? Ah, de que importa, eu sou eu.Dizem por aí que ele é feliz, mas como podem ter tanta certeza se ninguem nunca chegou a conhecer a felicidade?


Quem sabe um dia ele consiga dar-se uma chance e então compreender aquilo que tantas vezes tentei explicar-lhe. Por traz de uma simples coisa ou pessoa, se encontra uma história, e então uma barreira. Bom, Ninguém é feliz de fato até se encontrar, felicidade é algo que está muito mais além do que os nossos olhos são capazes de enxergar e a nossa mente é capaz de imaginar. E, é aí que entram as “pessoas especiais”. Aqueles que de fato, fazem total diferença e nos levam a compreender coisas que antes, jamais imaginaríamos passar e sentir. Nessas relações que aprendemos um “tantão” da gente, e acima de tudo, o quanto podemos fingir com quem não merece que gastemos um riso sequer, relembrando as boas lembranças compartilhadas
Porque simplesmente: Que diferença faz?!

(por Carol Carolina e Mari Moura- aquelacurva.blogspot.com)

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Coisinhas de mulher

Sabe aqueles dias insuportáveis antes do nosso "ciclo" descer!?
A famosa TPM, então, ontem eu parei e resolvi entender, o que acontece ao certo ou errado né.
Convenhamos que eu sou uma mulher deveras sensível, e quando esses dias chegam, eu não posso ver sessão da tarde, e muito menos ouvir alguém gritando ou brigando comigo, que eu já me desmancho.....que nem margarina em banho em maria.

Ontem eu cheguei em casa, com dois quindins enormes, decidi que iria trocar minha janta por doce, para saciar minha vontade, gula e minha disfunsão hormonal momentanêa. sentei na cama, liguei a Tv, coloquei meu Dvd preferido e comi meu doce predileto.
De repente eu tava chorando, e as lágrimas caiam em cima do quindim, e foi maior meleca!rs*
Eu parei para repensar meus últimos relacionamentos, meus últimos empregos, meus últimos amigos, nossa senhora da bicicletinha, eu simplesmente remoi coisas, pessoas, histórias e aquilo foi empanturrando.
Quando dei por mim, estava deitada de cabeça pra baixo, pensando na morte da bezerra e com a sensação de que tinha tido uma crise, não sei do quê....mas tive!
Como pode o corpo da mulher ficar tão inchado, tão estranho e nosso coração simplesmente estufar até explodir????? Quem decidiu que tinha que ser assim? quem diabos inventou a TPM???????

Eu me sinto tão fora de mim, que quase acho que posso fazer coisas e que em sã consciencia jamais faria. que perigo hein!?
se eu sou capaz de chorar um dia todo e comer dois quindins gigantes, seria capaz de coisas piores.....

Meu ex-namorado me ajudava tanto, ele compreendia e sempre me trazia para realidade e me fazia entender que esse surto só acontecia de 15 em 15 dias, então, eu podia ficar tranquila, que, passaria logo que a bendita descesse!

Bom, estou indo para segundo dia de pré descida, e creio que se não for hoje, eu realmente precisarei pensar num tratamento urgente contra essa coisa.
Eu sou metade Carolina e metade tpm.

Com os hormônios a flor da pele...

quinta-feira, 26 de março de 2009


" Eu só confio nas pessoas loucas, aquelas que são loucas pra viver, loucas para falar, loucas para serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo,que nunca bocejam ou dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam, como fabulosas velas amarelas romanas explodindo como aranhas através das estrelas " - Jack Kerouac

sábado, 21 de março de 2009

Das combinações parte II: samba e rock'll


Ele ligou. Exatamente no horário em que disse que ligaria.
Não demora muito, e, eu estou perto de cometer uma loucura!!!!
e, isso é maravilhoso!!!!!eu subo o elevador, e penso nos poucos minutos que me restam....
No que será que vai acontecer, será que eu devo deixar acontecer? será que eu devo sair correndo e sumir, e não viver isso??????
As questões de moral, de bons costumes? Quero que se danemmmmm!!!!!!
Nnós tomamos alguns drinks, falamos coisas sérias, e de repente, aquilo nos soltou, e....
o elevador apitou: 4ª andar! Tarde demais. eu viro a esquerda para onde indica a seta do quarto, suspiro, respiro, transpiro.....nem bato na porta, e vc abre!
Seus olhos verdes intensos, parecem bofetadas no meu rosto corado de menina mulher. Vc me pega pelos braços, e eu não tenho tempo de hesitar e muito menos de pensar. Seu beijo quente, sua barba macia, desliza meu pescoço e eu já não pertenço mais a mim.
Que combinação perfeita!
O quarto parece diminuir horrores., ao som de surf music, eu quase imagino o mar de copacabana, enquanto vc me mantém sobre seus braços. Vc pergunta se eu quero apagar a luz, eu até preferiria, mas eu estou ocupada demais para procurar o bendito interruptor que se esconde naqueles míseros metros quadrados do que seria o palco de uma das melhores coisas que já me aconteceram ultimamente....

Eu nem quero saber se isso vai se repetir, se suas juras foram sinceras, se seu olhar vai me invadir de novo. Eu só quero que cada instante fique em vc, junto com meu cheiro.
Parece que nos conhecemos a séculos. sim, não teve sentimento, mas teve sensação suficiente para nos prender ali, por algumas horas, completamente entregues......
vc parecia saber tudo de mim...deve ser a experiencia, 38 anos, uma voz grossa, um sotaque puxado em "sssss", um corpo escultural, dourado de sol, a pele do surfista carioca, maduro em quase todos os sentidos, menos quando fica com cara de menino, bobo, enquanto me beija.

Partimos para um banho regado a sorrisos e brincadeiras. Vc diz: "adorei sua risada, ri de novo!"seus olhos em mim de cima a baixo.....Meu corpo com o seu. Minha maquiagem escorrendo, e vc me achando linda.... simplesmente linda!
Tá quase na hora de nos despedirmos.
A porta do elevador se fecha, pronto pra descer ,e eu ouço :

" eu quero mais, eu quero mais de vc Carolina"

Daqui uns 15 dias eu volto a falar disso tudo, de você....
profissionalmente, é claro.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Das combinações: Caju com sal




Era meio de semana. Era quarta-feira. Era depois de terça e antes de quinta. Putz quinta-feira é um dia tãoooo chato, geralmente passa tão devagar...as horas vão capengando.....tic tac tic tac!
Meio de semana com sol forte de dia, e chuva torrencial á noite, noitinha, mais ou menos 19h46.
o rádio chamou o dia todo. Combinamos exatamente como seria, ou deveria ser, nosso encontro casual, ou melhor, profissional.


Ah, vc é um cara ocupado. Vc é famoso. Vc é vc né..!?Eu quero te conhecer...melhor...! Etapas: Hotel, deixa o carro, vamos a pé, conversamos, vc me olha, eu te olho, chegamos, sentamos, barzinho gostoso, cachaças de vários sabores, papos, altos papos....

até que: Surge um hiato em meio os goles ofegantes das bebidas degustadas.


Nos filmes, é aquele momento que, as pessoas se beijam loucamente, porque já estão trocando olhares fulminantes a algum tempo, ali sentadas, frente a frente. Começa a chover, forte, intensamente. O papo flui, tá gostoso, estamos cada vez mais próximos daquilo que nossos corpos desejam naquele instante, e mais longe do propósito que tinha nos levado ali.


Você diz: eu sou louco.
Eu digo: eu sou má.
Você diz: e, eu adoro!

Pede a conta, me pega pelas mãos, corremos pela rua, entre os carros e seus faróis;
até seu destino. Seu compromisso musical te chama. Hora marcada! Molhados de chuva, você me beija levemente; nos despedimos e combinamos um confronto daqui duas horas.




Eu te ligo! Não, vc me liga! ok?




Será????????




Depois eu continuo.......

domingo, 1 de março de 2009

Poema da Geladeira

...Quase morri quando levaram minha geladeira!
Até que me lembrei dos meus bens: a coragem, a beleza, a força, a poesia, a esperteza.
Coisas que não se encontram em pontos-frios,coisas que não são substituíveis por um isopor. Então já amanheci pondo coentros nas jarras como flores!

Curei minhas dores sem congelamento.
Me virei por dentro onde tudo é mantido quente, vivo.
Tirei tudo de letra e de ouvido, como quem tira uma música!

* Elisa Lucinda*

Beijos de boa semana pra vcs!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Desabafo




Às vezes, o pedaço de vida que se tem, não é suficiente pra ser; apenas existir. Um pedaço de sentimento talvez sobreviva a tantas "inteligências artificiais", estratégias frustradas, julgamentos alheios, entre outras coisas....
Uma amizade não perde a "cor" da noite p/ dia. Não me venha com desculpas esfarrapadas, nem com calúnias e grosserias. Entupiram seu ouvido de bobagens, fazendo transbordar sua cabeça de pensamentos ruins. NÓS NÃO ESTAMOS ERRADOS! ninguém merece sequer uma única justificativa, porque não há. Concordo com todos seus argumentos, desde que você não provoque ódio em mim, para assim, ter um motivo palpável para se afastar e me evitar. Apesar de sermos dois, houve apenas UMA decisão, a sua!

Nada que você disse me convenceu!

mas, nem isso será suficiente para derramar mais uma lágrima sequer.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

prosa e poesia




Dormimos numa cama de rede ao relento.
As noites são amenas, o sono repousante....
As manhãs acordam cheias de esperança, de elegancia, de oportunidades...
De ser feliz, de ser uma boa pessoa..de fazer novos amigos e de se apaixonar muitas vezes.
Vivemos os dias à procura da amenidade dos pequenos "nadas" e da harmonia do universo.

Um universo infinito de possibilidade, e de sintonia perfeita com quem Deus escolhe para fazer parte da nossa vida.

Os dias quentes de verão se vão, e levam com eles todas as expectativas ruins, todas as decisões que deveriam ter sido tomadas e não foram, e toda falta de coragem de viver.
Em dias de primavera onde as flores embalsamam o ar, e pequenos frutos surgem das árvores renovadas trazendo a plena certeza de que “amanhã” será bem melhor do que hoje.

O outono colore os momentos com folhas esvoaçantes em tons dourados e castanhos.
O aroma das flores de laranjeira nas ruas, em que passo e me lembram alguém, satisfazem as narinas sedentas por mais...cheiro de vida!

Me disseram que o mar leva embora os ódios e enrola as invejas nas suas ondas gigantescas... transformando-os em tolerância e partilha. Para mim o vento leva as ansiedades para passear até as estrelas, seguindo a direita até amanhecer.... e elas acabam voltando recicladas e serenas.

Adormecemos na cama de rede num mundo reinventado por nós;
Nós, as pessoas de bom coração, que são feitas de verdade e intensidade.
Nós, homens e mulheres, que sempre são julgados, invejados, mas nunca, nunca, destruídos!

Amém!


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Jardins da vida...


"Depois de uma longa espera consegui, finalmente, plantar o meu jardim. Tive de esperar muito tempo porque jardins precisam de terra para existir. Mas a terra eu não tinha. De meu, eu só tinha o sonho. Sei que é nos sonhos que os jardins existem, antes de existirem do lado de fora. Um jardim é um sonho que virou realidade, revelação de nossa verdade interior escondida, a alma nua se oferecendo ao deleite dos outros, sem vergonha alguma... Mas os sonhos, sendo coisas belas, são coisas fracas.

Sozinhos, eles nada podem fazer: pássaros sem asas... São como as canções, que nada são até que alguém as cante; como as sementes, dentro dos pacotinhos, à espera de alguém que as liberte e as plante na terra. Os sonhos viviam dentro de mim, Eram posse minha. Mas a terra não me pertencia...ainda....."

Texto de *Rubem Alves*

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Um pouco de cada...




"Vivo tão intensamente o momento presente que quase chego atrasada ao momento seguinte." *Rita Apoena *

enviado pelo amigo, Pedro Cafaro!



Beijos!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

A menina e o sol


Esta menina com o sol por dentro, é tão sonhadora!
Fica arquitetando suas aventuras, anda em cavalos marinhos e dorme em nuvens claras de formatos diversos com gosto de algodão doce. Gota a gota, bebe a vida, como se esta fosse o suco mais saboroso ou a bebida mais quente. Tem um jeito único de perceber as pessoas, e com seus olhos podia-se perceber o mundo. No fundo, tem um universo particular e quase ninguém ousa romper este segredo, ou mesmo se aproximar deste mundo infinito. No entanto, muitos se enamoram pelo seu jeito!
É que a menina tem um "quê" tão clássico, típico de Audrey Humphrey; tem um jeito só dela de permanecer... sem no entanto deixar que alguém permaneça. Porque no fundo este calor que emana dela, queima tanto quanto aquece. A menina segue seu caminho....e sonha em encontrar alguém que tenha olhos só pra ela. Alguém que aceite correr o risco de se envolver com alguém feito de abismos, de feridas cicatrizadas, de energia acumulada, de açucar e de sal.....de carne, osso e coração!

Porque no fundo, no fundo, ela é uma menina com o sol por dentro, a mesma menina!
mas, quando ela ama, o sol nasce lá fora!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Rubras Paixões - 2007


Quero o vermelho dos olhos que varam a madrugada por alguém;
Da boca, o gosto suave de frutas vermelhas.
Paixões Irracionais, Daquelas que dilatam as veias e transbordam pelos poros.
Desejo de amante.
Corpo mergulhado em pétalas vermelhas;
Exalando...
A paixão fulgaz e dolorida;
como os agredidos e seus hematomas;
paixões... Que sem perceber, viram amor; Um "tipo" de amor.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Só pelo bem querer

Sinto pressa em imaginar uma solução
para um problema que nem me aconteceu.
E a minha angústia vem de algum tempo atrás
quando éramos crianças e eu deixava de brincar,
para imaginar onde o tempo está distante de nós.
Amigos que tomaram caminhos diferentes,
ela foi para os Estados Unidos para ganhar a vida.
O Amor é o desejo de encontrar alguém que viva sinceramente
A liberdade de amar alguém só pelo bem querer.
Sinto pressa em imaginar que há algum tempo atrás
já não éramos crianças e eu gostava de você.
Era o meu amor.Hoje estamos tão diferentes e assim é a vida.
Você está tão bonita, tão bonita.
O Amor é o desejo de encontrar alguém.
Espero sinceramente que encontre alguém que te ame assim.
Só pelo bem querer.


Composição:Tico Santa Cruz

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

"O Agora"


estou pronta para viver o melhor momento da minha vida! Chega de carregar pessoas, fardos, vidas passadas e amarras. Com espírito alimentando, o corpo cuidado e as energias renovadas, eu sigo com toda coragem que Deus me deu, buscando minha felicidade e minha tranquilidade. Repetindo como um mantra diário : amanhã será bem melhor do que hoje!

Viva!