quinta-feira, 26 de março de 2009


" Eu só confio nas pessoas loucas, aquelas que são loucas pra viver, loucas para falar, loucas para serem salvas, desejosas de tudo ao mesmo tempo,que nunca bocejam ou dizem uma coisa corriqueira, mas queimam, queimam, queimam, como fabulosas velas amarelas romanas explodindo como aranhas através das estrelas " - Jack Kerouac

sábado, 21 de março de 2009

Das combinações parte II: samba e rock'll


Ele ligou. Exatamente no horário em que disse que ligaria.
Não demora muito, e, eu estou perto de cometer uma loucura!!!!
e, isso é maravilhoso!!!!!eu subo o elevador, e penso nos poucos minutos que me restam....
No que será que vai acontecer, será que eu devo deixar acontecer? será que eu devo sair correndo e sumir, e não viver isso??????
As questões de moral, de bons costumes? Quero que se danemmmmm!!!!!!
Nnós tomamos alguns drinks, falamos coisas sérias, e de repente, aquilo nos soltou, e....
o elevador apitou: 4ª andar! Tarde demais. eu viro a esquerda para onde indica a seta do quarto, suspiro, respiro, transpiro.....nem bato na porta, e vc abre!
Seus olhos verdes intensos, parecem bofetadas no meu rosto corado de menina mulher. Vc me pega pelos braços, e eu não tenho tempo de hesitar e muito menos de pensar. Seu beijo quente, sua barba macia, desliza meu pescoço e eu já não pertenço mais a mim.
Que combinação perfeita!
O quarto parece diminuir horrores., ao som de surf music, eu quase imagino o mar de copacabana, enquanto vc me mantém sobre seus braços. Vc pergunta se eu quero apagar a luz, eu até preferiria, mas eu estou ocupada demais para procurar o bendito interruptor que se esconde naqueles míseros metros quadrados do que seria o palco de uma das melhores coisas que já me aconteceram ultimamente....

Eu nem quero saber se isso vai se repetir, se suas juras foram sinceras, se seu olhar vai me invadir de novo. Eu só quero que cada instante fique em vc, junto com meu cheiro.
Parece que nos conhecemos a séculos. sim, não teve sentimento, mas teve sensação suficiente para nos prender ali, por algumas horas, completamente entregues......
vc parecia saber tudo de mim...deve ser a experiencia, 38 anos, uma voz grossa, um sotaque puxado em "sssss", um corpo escultural, dourado de sol, a pele do surfista carioca, maduro em quase todos os sentidos, menos quando fica com cara de menino, bobo, enquanto me beija.

Partimos para um banho regado a sorrisos e brincadeiras. Vc diz: "adorei sua risada, ri de novo!"seus olhos em mim de cima a baixo.....Meu corpo com o seu. Minha maquiagem escorrendo, e vc me achando linda.... simplesmente linda!
Tá quase na hora de nos despedirmos.
A porta do elevador se fecha, pronto pra descer ,e eu ouço :

" eu quero mais, eu quero mais de vc Carolina"

Daqui uns 15 dias eu volto a falar disso tudo, de você....
profissionalmente, é claro.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Das combinações: Caju com sal




Era meio de semana. Era quarta-feira. Era depois de terça e antes de quinta. Putz quinta-feira é um dia tãoooo chato, geralmente passa tão devagar...as horas vão capengando.....tic tac tic tac!
Meio de semana com sol forte de dia, e chuva torrencial á noite, noitinha, mais ou menos 19h46.
o rádio chamou o dia todo. Combinamos exatamente como seria, ou deveria ser, nosso encontro casual, ou melhor, profissional.


Ah, vc é um cara ocupado. Vc é famoso. Vc é vc né..!?Eu quero te conhecer...melhor...! Etapas: Hotel, deixa o carro, vamos a pé, conversamos, vc me olha, eu te olho, chegamos, sentamos, barzinho gostoso, cachaças de vários sabores, papos, altos papos....

até que: Surge um hiato em meio os goles ofegantes das bebidas degustadas.


Nos filmes, é aquele momento que, as pessoas se beijam loucamente, porque já estão trocando olhares fulminantes a algum tempo, ali sentadas, frente a frente. Começa a chover, forte, intensamente. O papo flui, tá gostoso, estamos cada vez mais próximos daquilo que nossos corpos desejam naquele instante, e mais longe do propósito que tinha nos levado ali.


Você diz: eu sou louco.
Eu digo: eu sou má.
Você diz: e, eu adoro!

Pede a conta, me pega pelas mãos, corremos pela rua, entre os carros e seus faróis;
até seu destino. Seu compromisso musical te chama. Hora marcada! Molhados de chuva, você me beija levemente; nos despedimos e combinamos um confronto daqui duas horas.




Eu te ligo! Não, vc me liga! ok?




Será????????




Depois eu continuo.......

domingo, 1 de março de 2009

Poema da Geladeira

...Quase morri quando levaram minha geladeira!
Até que me lembrei dos meus bens: a coragem, a beleza, a força, a poesia, a esperteza.
Coisas que não se encontram em pontos-frios,coisas que não são substituíveis por um isopor. Então já amanheci pondo coentros nas jarras como flores!

Curei minhas dores sem congelamento.
Me virei por dentro onde tudo é mantido quente, vivo.
Tirei tudo de letra e de ouvido, como quem tira uma música!

* Elisa Lucinda*

Beijos de boa semana pra vcs!