quinta-feira, 29 de março de 2012

*Rubras paixões *

Quero o vermelho dos olhos que
varam a madrugada por alguém.
Da boca, o gosto suave de frutas
vermelhas...

Paixões Irracionais,
Daquelas que dilatam as veias
e transbordam pelos poros.
Desejo de amante.

Corpo mergulhado em pétalas vermelhas;
Exalando...
A paixão fulgaz e dolorida;
como os agredidos e seus hematomas;
Rubras paixões...

Que sem perceber,
viram amor.
Um "tipo" de amor.

*Carolina Augusta




"Me inspiro quando respiro um sonho
Que alimenta a alma e o corpo
Sou cheio de erros, manias, defeitos
Sou agora puro anseio sem receio''



*Rica Passaro*
rpassaro@blogspot.com


foto: Doisneau