terça-feira, 6 de dezembro de 2011





‎"Era nada antes. E havia começado. Como se há muito existisse. 
Infinito também começa. Mas, depois que o infinito começa, começo não há mais..." 


Edilamar Galvão

segunda-feira, 28 de novembro de 2011





Se você não trabalhar a sua mente, a fé nunca será o suficiente.
Na maioria das vezes, só você pode se salvar! 

domingo, 27 de novembro de 2011





Me recomendaram fazer terapia; 
eu resolvi escrever pra economizar...

Quase...


Eu quase morri. Mas estou viva.
Tive muito medo, senti muito frio.
Eu quase morri. Mas ainda sorrio.
Tive saudades de tudo, e de todos.
Eu quase morri. Mas ainda danço e canto.
Tive que mentir dizendo que não doía, quando sentia muita dor.
Eu quase morri. Mas ainda falo e ouço.
Tive crises de choro por madrugadas no colo dos meus pais.
Eu quase morri. Mas ainda sinto o coração pulsar.
Tudo muda quando percebe-se que nada nunca estará em suas mãos.
Tudo deixa de ser drama, exagero, e se torna uma cruel realidade nas mãos da fé!


Eu quase morri...
morri...

Ainda bem que foi "quase".
Viva!

sábado, 12 de novembro de 2011

Today!


Só existe uma maneira de continuar....
Mira a linha do horizonte e assunto encerrado.
Porque estar em paz hoje, é a coisa mais importante desse mundo!

sábado, 22 de outubro de 2011

#MiniContosdeCarô



Enquanto eles achavam que ele apenas vivia, ele crescia... e muito! O aprendizado é silencioso e solitário. Pode doer ou não. Por isso, muitos nunca conseguem abrir mão da "multidão"; porque tem que ter muita coragem dentro do peito, para aceitar ser quem realmente é, e aguardar o futuro!

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

O Mal nunca descansa







é incrível! Algumas pessoas possuem "Radar" ,
e captam exatamente suas fraquezas em determinados dias. 
Daí, apontam, miram certinho e mandam ver! 


é a eterna "briga" com aquilo que não podemos ver.....
Haja fé viu.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Pessoalmente falando...






Maior causa de morte nos últimos 3 meses: afogamento. Motivo: gente que faz uma baita tempestade num copo d'água!

#contosdaCarô





foto retirada de: google - http://libertosdoopressor.blogspot.com

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

...???



A ideia das camisetas é legal....
e o ideal imaginário de "Romeu e Julieta"?
é pra se pensar...
pensar muito!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

O que é... é!







"Você apanha feito louco da vida e "parece" que nunca aprende! 
Mas, só parece, acredite! Os erros são sempre nítidos, e os aprendizados invisíveis.
Pode se fortalecer. Tem muitos anos ainda de crescimento.
O tempo não pára, e nem as provações.
Agora escolhe: quer ser uma criança e fugir? ou
gente grande e encarar? "

#ContosdaCarô

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Carta do papai, a querida Sophia





Existem coisas na vida que não se explicam, por exemplo a amizade entre um homem e seu cão , em junho de 1997, fui até a casa de uma senhora no Lago Sul em Brasília, adquirir uma amiga que ficou ao meu lado durante 14 anos, ela era a menor entre todos os filhotes, mas o que me cativou, foi a sua pelagem (cor), e aqueles seus lindos olhos azuis. Nascia desde então uma cumplicidade maravilhosa...

nós conversavamos, ela com seus granidos e latidos, pela foto se vê que era uma Husky Siberiano, nos mudamos para São Paulo e ela junto, viajava comigo para qualquer canto e tinha com as outras cachorras da casa uma amizade, embora fosse bem maior, mas elas se respeitavam.

Numa madrugada chuvosa e com barulho do vento balançando os eucaliptos, a nossa Sophia se foi... seu choro foi perdendo força até se calar de vez! só quem tem ou já perdeu um animalzinho, vai entender a nossa dor!!! E, agora? oq faço com a saudade do seu "Bom Dia"? 

Ontem ela foi para o andar de cima junto aos bons, e ao lado de Deus! Perdemos nosso despertador assim que o dia amanhecia, ela já começava a falar na sua maneira de se comunicar, vcs não vão acordar, o dia já raiou, a sua falta será sentida mas o que me conforta é que ela não sofreu, foi dormindo, e, é assim que me despeço dela... durma com Deus Sô, te amo pra sempre!




terça-feira, 30 de agosto de 2011

Malditos 3000 toques





Nascemos pré-destinados a seguir um caminho, uma profissão, um talento. No meio tempo da vida, descobrimos o quanto frágeis somos e que a caminhada é bem mais suada e pesada do que de fato sequer, um dia imaginamos. Quando você cresce, você se decide, se dedica e quanto mais aprende, mais descobre que não sabe nada. Quando escolhi me entregar aos estudos novamente não imaginava o quão grande meu mundo ficaria. O tanto que aprenderia, desaprenderia e  descobriria o tamanho de ignorância e limitação em mim mesma.

Não, não é ruim! é um pouco angustiante apenas. é aquela velha história de que, talvez eu não estivesse preparada para todas as frustrações que minha carreira trariam. Bom, sou jornalista á 5 anos, trabalho á 10 anos na área e estou me dedicando a uma Pós-Graduação em Jornalismo Cultural. Tenho um blog meia-boca, componho músicas para a banda do meu afilhado, escrevo poesias/poemas e ótimas crônicas modestia a parte. Mas acabo de descobrir que não sei sequer compor uma crítica descente sobre "Cinema". 

Sendo assim, arrasada ou não, querendo berrar com o professor super inteligente e correto em sua avaliação... simplesmente vou ignorar esse fato, que é para não achar que o ciclo vicioso tomou conta de tudo. Então,  por enquanto, vejamos como me saio escrevendo obituários para um jornal de bairro.


Avante!



domingo, 28 de agosto de 2011

‎"O Amor vem com o tempo."



Que MENTIRA! O Amor é um vento forte, um tufão. Te derruba e anestesia. Ela, achava que o Amor deixava tudo á flor da pele, conspirava universos, inspirava versos! São vários tipos de "amor", por isso não demora á chegar para ninguém de peito aberto. O Amor é Hoje, Agora.... !!!!! É o início e não o meio á caminho do fim. Nesse caso, o tempo só serve pra contar as horas de gente conformada. 


#ContosdaCarô
foto:weheartit.com

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Tempo, mano velho





Nos espaços entre um tic tac e outro, o universo te surpreende com aquilo que vc menos espera; ou melhor, com algo que você não havia pensado em pedir naquele instante.
Esse cotidiano corrido, nos faz acreditar que as coisas são porque são.
Não!
As coisas são, porque TEM QUE SER!


foto:www.weheartit.com

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Postura Inconsciente



Decidiu acreditar em tudo que diziam que ela havia dito, sejam verdades adulteradas ou mentiras deslavadas. Precisa urgentemente sentir a certeza de que ela não faz mais parte do seu ideal imaginário. Sendo assim, prefere se calar e ofertar seu silêncio absoluto. Cultiva a raiva, exerce a indiferença. Só se esquece de um pequeno detalhe.

Todas essas ações tem pretensões; atingir. Caso contrário a reação seria contida, comum e irrelevante. E mesmo que pouco, ele sabia que a machucara, então, ainda  se importa, e se importa é porque ainda gosta, e se gosta, esta sendo um perfeito de um idiota.

Foto - http://olhares.uol.com.br/mrcarmo - "Mico"

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

domingo, 31 de julho de 2011

História sem moral...


A menina pergunta ao pai: " Papai, porque não posso ser amiga do Huguinho?"  - Pai responde: "Ora minha filha, meninos não podem ser amigos de meninas na sua idade".

Menina: "Porque não papai? Você não é amigo da mamãe?" -  Pai: " Porque eles não sabem e não conseguem ser apenas bons amigos; é diferente de mim e da sua mãe. Nos casamos porque éramos amigos"

(Pausa demorada)

Menina: "não consigo entender... então, se eu não puder ser amiga dos meninos, eu nunca vou me casar?" -  Pai: "Isso mesmo, até que você encontre algum bom menino que consiga ser seu amigo antes de tudo, você não irá se casar"

Menina: "Puxa vida, nenhum menino quer ser meu amigo..." - Pai: "Espera até eles deixarem de ser meninos e virarem homens. Você é uma menina brilhante!"

Menina: "Obrigada papai! Olha, o aniversário do Huguinho é semana que vem, ele faz 31 anos, daí podemos ser amigos né?"
Pai: "Filha, você não prestou atenção em nada da nossa conversa? Eu disse pra você esperar eles virarem homens; ou melhor, esperar muito.... estamos entendidos?!"



foto: http://weheartit.com/entry/12732310

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Do latim, amor!




Ele era tudo que ela não queria naquele momento.
E, desde então não conseguia se lembrar de quem ela era antes de conhecê-lo.
Meses, Dias, e ainda assim carrega em si a dor da morte. A morte de alguém que ainda vive.
O luto de um sentimento.
Seria o amor um mito?

Ela não se pergunta mais se ele ainda se recorda dela. 
Ele parece tão forte á distancia que quase chega a ter o poder de bloquear seus pensamentos. 
Então, acredita-se que as chances de provar que esse nobre sentimento,
não é realmente um mito, só diminui.

ás vezes o amor cura, ás vezes adoece.
Talvez ele exista e talvez não.
Ela acha que já viu de tudo, acha que já sentiu de tudo.
Mas, vai saber?

Vai saber...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Sobre Humanos?





Um dia quer se ver, no outro nem sequer ouvir. Percebe-se um enjoo coletivo nas relações, sejam elas de que tipo for; Ou melhor, as do tipo "barato", que não se estabelecem por nada e são completamente superficiais! Quero só ver quando não sobrar ninguém para contar história; ou sobrarem histórias "chinfrins" e pessoas cada vez mais vazias.
Apesar de ainda tropeçar em seres e situações assim, fica claro na minha mente que, é o mundo que vivemos, e, se eu quiser ser quem realmente sou, irei agradar muito pouco. Pois, fui feita com muito amor, sou cheia de intensidade, de verdades cruas e alma nua, de laços feitos e, quando desfeitos, com total lealdade e consideração.  
Cada encontro deve ter seu valor e deveria ser diferente. Se os encontros não estão agregando, inovando, entorpecendo... então é preferível tornar-se indisponível. Todos estão em busca de muito prazer e pouca intenção, e não medir esforços para se saciar está tornando as relações um porre. Cada dia nos tornamos mais parecidos com as mercadorias. Não agradou, troca em 30 dias e fica tudo bem. bem pra quem?
Não é o rótulo que conta (ficar, namorar, casar...etc...), é a verdade da entrega, mesmo que por 24 horas. O que vale mesmo é transparecer o que quer, ter uma sensibilidade e talvez até educação para distinguir quando deve seguir adiante ou estacionar. Esse desleixo de homens e mulheres não passam de estratégias falidas de auto-defesa, que não defende nada. Ninguém quer curtir a vida loucamente, mas, preferem acreditar nisso do que ter que se moldar e agradar uma mesma pessoa por um período, e aceitar seus próprios defeitos. Tá todo mundo mascarado. 
A verdade é que; Não avançar, é recuar.
E de gente assim, temos que querer distância. Porque nem prazer,  desejo e atração tá compensando. Se é pra ser uma mercadoria, que seja um objeto, de fabricação única, que fique guardado numa caixa e na prateleira mais alta da loja, mais distante que existe no mundo.
Quem não vê essências e não as valoriza, Definitivamente não faz o meu tipo.
E se você concorda comigo, também não irá fazer o seu. 
Portanto, Reaja!


sábado, 16 de julho de 2011

Para confundir...






"Aquele que reprime os ímpetos da cólera estará coberto de qualquer perigo.  É conveniente saber sufocar, ou ao menos moderar a cólera, o temor, a tristeza, a alegria, e outras agitações profundas que podem alterar a retidão da alma."*Confúcio





                           


Desculpe Confúcio, eu discordo de você!
Talvez um dia, bem lá na frente, eu acredite que quem vive bem, 
é quem usa máscaras e capas. Mas, hoje? Hoje não.

Não posso crer tão jovem que o camuflado, é  quem é feliz! Quantas pessoas não se apoiam nisso: "conveniente saber", e acabam por transformar suas vidas, num teatro sem fim. Não que os ímpetos sejam sempre bons, muito pelo contrário. A precipitação e a impulsividade excessiva, por exemplo, são ruins. Mas, reprimir já é uma palavra bruta demais para qualquer circunstância que seja.

Aos tantos significados/interpretações de "Cólera",  não há chances de se prevenir do perigo da paixão e de seus derivados. Sejam eles positivos ou negativos. O verdadeiro, é transparente demais para ser convencional, adequado e vantajoso.E, sufocar? moderar? Como posso me livrar de sentimentos tão densos, se não for sincera comigo mesma? e extirpar tudo isso que pesa tanto...

Desculpe Confúcio,Prefiro confiar que a minha alma aguenta o tamanho da minha lucidez, e da minha loucura. Ser conveniente, é ser covarde.Ninguém está imune ao perigo, NINGUÉM! Preciso acreditar que nasci para ser livre e não viver em retidão, na conformidade da razão...

É preciso coragem para deixar de ser conveniente e se tornar verdadeiro.
Te admiro Confúcio, mas só por hoje, não! 

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Abre Aspas





Dissertava sobre tudo e sabia quase nada! 
Homens, vamos adquirir um pouco de senso feminino?
Um parágrafo de verdade nessa sua vidinha de faz de conta, 
e você reconquista o meu respeito temporário.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Troquei de estação





O que foi cultivado  até o momento, já deve estar crescendo.
As folhas caindo e os frutos maduros.
Transição, troca. Meu corpo acompanha as estações,
anseia os verões e quietinho deixa tudo seguir seu curso natural.
por dentro o frio não congela; por dentro arde, queima.
Sou feita disso: ciclos.
Adeus,  querido Outono!
Que esse longo inverno traga boas novas, 
mesmo sendo silencioso e sem cor.
Porque eu também sou um pouco assim...





terça-feira, 7 de junho de 2011

Nada





Tá tudo bem; me sinto bem.
então, deito e levanto.
Choro e canto.

Tá tudo indo bem, eu me sinto mais ou menos bem.
então saio e entro.
olho de fora, me vejo por dentro.

O mundo anda lento alguns dias,
dá voltas gigantes em meses.
Eu espero, espero e espero...

No fundo preciso descobrir o que
eu realmente quero!
No fundo me esforço para sobreviver,
e sem querer me desespero.

Esquece! Esqueço!

Na verdade, não tem nada haver comigo isso tudo.
Tem haver com o que eu sempre estou aguardando do mundo.
Não tem nada haver comigo.
Não tem nada.
Nada!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Um relacionamento sério....

Crédito da foto - http://www.lendo.org/ok-parei-de-fotografar-meus-livros/




Dos muitos alimentos que nossa alma pede, alguns deles nada tem haver com os sentimentos.
Claro que eles preenchem bastante, e estão sempre á flor da pele quando o assunto é: motivos para viver.
Mas, de uns tempos para cá, andei me observando muito. Cheguei a uma otima conclusão: Podemos nos apaixonar por tantas coisas, lugares, prazeres, tantas infinitas possibilidades de se transferir uma dedicação, e sair bem sucedido, porque simplesmente só iram depender apenas de você.

Para mim, assim tem sido os estudos. A Cada aula que eu saio, fico abismada como é sem fim o limite do aprendizado, e como eu pude ficar tanto tempo canalizando energia em tantas outras outras relações, quando a melhor de todas estava a minha espera.

A relação com o aprendizado, o crescer, transgredir.... os livros, textos, artigos, autores, assuntos, tudo ali de mão beijada pra mim, e eu sofrendo... vazia, esperando por algo ou alguém que pudesse preencher uma lado que só meu intelecto consegue.

Ter voltado a estudar foi sem sombra de dúvidas o melhor que eu pude fazer por mim mesma.
A Cada história que um professor conta, a cada livro que termino, filme/documentário que assisto, cada discografia que ouço, tudo que transpira arte me faz sentir um pouco mais de mim....

Estou apaixonada por isso; Por aprender; Por sugar toda informação que me acrescenta!
Eh, parece que esse namoro  vai longe viu;
e, eu tô mergulhando de olhos fechados!!!

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Surpreendentemente...




Eu cansei de me perguntar: Será que ele já se apaixonou depois de mim????
(silêncio)
Reformulei a pergunta;
Eu já estou pronta pra me apaixonar depois dele????
(pausa)
Ouço meu coração e, nas batidas certeiras ele segue tranquilo e em paz.
Surpreendentemente já existe alguém para se apaixonar; já existe!

Me sinto bem...!
Eu realmente me sinto muito bem!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Já é segunda-feira, mas era Domingo



  Parece balanço de fim de mês de uma MegaStore.
Mas é só o domingo. O fim e o começo da semana; 
O quente e o frio. É só mais um domingo.

   Traz a melancolia no fim da tarde, adentrando a madrugada.     
e, todo mundo passa quase o dia todo dormindo. 
Dia de domingo!

Deixa vazio tudo que pareceu ser preenchido na semana. 
Dá para se enganar quase todo dia... penso comigo;
Menos no domingo.

      Quando é de sol, fica menos pesado; Quando é de chuva, 
totalmente estragado. Repensando,  ressurgindo e reagindo.
Quem nunca teve medo de um domingo?

Todos os meus problemas estariam resolvidos se ele não existisse.
Com todo respeito ao calendário, eu dou as costas  
e assumo: realmente, detesto os domingos!


domingo, 3 de abril de 2011

"das coisas que nem Freud explica"

Acho que cresci uns 10 anos nos últimos 4 meses. Atravessei o ano novo, fiz 28 anos e depositei nesses acontecimentos clichês todas as mudanças da minha vida; inutilmente, é claro! Pois sabemos que essa lenga lenga de "fechar ciclos", "passagem do ano", "aniversário", "troca de emprego/parceiro" que nos empolga a "mudar", é no fundo pura balela, para justificar a fraqueza encrustrada em nós mesmos de causar mudanças bruscas, repentinas, independente de tudo e de todos.

Após minha "relação" passada, entrei em crise profunda comigo mesma. Pedi demissão do emprego mais ou menos que me sufocava, quase fui morar em Londres(ainda quero ir um dia...rs), senti dores absurdas no lado esquerdo do peito, ganhei uma gastrite nervosa, minha imunidade foi pro chinelo, chorei litros por noites, semanas e horas! deletei emails, fotos, escrevi 42 cartas declarando tudo e guardei em uma caixa, e claro, nunca as enviei; saí com outros, e continuaram a ser "outros". Engordei e emagreci, me fiz de coitada, me fiz de melhor amiga, cometi falhas e falhas, fiz tudo que NÃO se deve fazer...Porque é assim que as pessoas reagem por terem colocado no outro, todo o amor que deveriam sentir por elas mesmas. Um dia, consegui tomar uma decisão; disse que não podíamos ser amigos. Queria me afastar completamente por assim acreditar que seria mais fácil. e foi! 

Totalmente voltada para as minhas descobertas interiores, eu seguia  dando cutucões nas feridas e nem esperava parar de sangrar, seguia estacando e estacando. Tenho muito disso e, é terrível! Quero sempre sentir as dores do mundo da maneira mais profunda, e só depois tentar compreender como é possível sair de todas elas com apenas cicatrizes marcando a pele, e por dentro como um feto de 12 semanas.


Agarrei-me a solidão e exclusão; Li livros e mais livros de auto-ajuda e também de filosofia.  confesso que a leitura me abriu um mundo novo; busquei ajuda espiritual também, mas, de fato foi tudo na marra. Deus provavelmente já havia decorado meu discurso. Por várias vezes quase entrei no quarto dos meus pais de madrugada querendo chorar e ganhar um colo, como se tivesse 3 anos, e uma viagem pra Disney fosse resolver aquela coisa oca que sentia em mim.  queria desabafar c/ amigos, mas não queria opiniões, .segui sozinha, encarando os medos, defeitos, os erros, as lembranças que atormentam e tudo mais.

No meu quarto, dormia um fantasma! Nas paredes refletiam as cenas que tinha vivido e tinham transformado minha vida em algo surreal, lindo e cheio de paz... pois era assim que me sentia na relação. Ouvia as risadas dele, sentia cheiros, e apesar de parecer uma tremenda loucura psicopata sentimental, e ao mesmo tempo, parecer que eu estava tratrando de uma pessoa falecida... eu pergunto: quem nunca sentiu isso? Tudo era muito consciente pra mim, estava dentro daquilo por livre e espontanea vontade e mesmo me ferindo, era suportável, porque não havia deixado apenas coisas ruins; porque o fim era algo que precisava ser vidido por nós dois. Não me pergunte "porque".
 
Essa separação foi de grande importância para me tornar hoje, quem eu sou. como quem vence um inimigo por fase no vídeo game, aos poucos minha postura foi se lapidando, meu corpo emoldurando, minha saúde voltando e minha psique desenvolvendo e se cobrindo de luz. 


Se era pra ser dolorido demais, tinha que me ensinar algo que eu jamais achei que existisse. E, ensinou.  não é bom vc simplesmente, não se lembrar de quem era antes de um determinado acontecimento da vida? e, adorar essa pessoa que é hoje? Hoje, ambos sabemos o quanto significamos um ao outro e ponto final ou reticências( quem somos nós pra prever o futuro?). Só que o foco é o presente!

Aprendi recentemente com um jovem ator, "alguém" que não passou despercebido por mim, e que me disse o seguinte: "O que é o silêncio pra vc? o silêncio nada mais é do que o tempo e vice-versa", fiquei refletindo e juntei meu pensamento: é também uma relação de lealdade, verdadeira. Não há motivos pra ter medo do tempo, da distância, do silêncio....!

Já adianto, a ignorância é uma benção, e você pode escolhe-la, fique a vontade, ok!?
Nossa mente tem um poder enorme sobre nós. Experiências, tombos, os anos... tudo isso não vem pra diminuir, vem pra somar; se está pesando nas suas costas, é porque você não está carregando direito. pense Nisso! 

Eu vou encerrar assim; minha vida hoje, é uma mochila! Escolho todos os dias o que quero por dentro dela; um emprego novo, meus estudos, minha família e meus amigos, meus desafios, liberdade, novos amores... e acima de tudo, não posso esquecer da minha coragem! ela(a mochila) estará oras leve demais, oras pesada demais... mas, sempre, sempre estará confortável! Porque quero fazer dessa minha andança aqui no planeta terra, a melhor oportunidade do meu espírito evoluir; e assim, um dia, chegar aonde realmente tudo vai ser como nos "contos de fadas", e aí sim,  poderei chamar de "Meu reino tão, tão distante". E ao invés de querer ser feliz pra sempre, vou mesmo é querer estar em PAZ pra sempre!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011



quanto mais fico comigo mesma, mais me descubro...
ás vzs me assusto, sabe?
mas, acho que na verdade, acabo me sentindo bem.

me sinto bem!

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Começando...




Sem muitas palavras; sem muitas promessas e poucos planos...
a palavra do ano é: AGORA!
o agora exige relaxamento e aceitação...!
e, eu demorei longos quase 28 anos para conseguir isso
mas, antes tarde do que nunca né? risos***

O que passou, simplesmente... passou!
O que está por vir, virá!

e o hoje, é realmente o dia mais importante da minha vida,
é assim que tô curtindo meu janeiro, é assim que eu quero continuar....

2011 é todo meu!

Amém!