terça-feira, 6 de dezembro de 2011





‎"Era nada antes. E havia começado. Como se há muito existisse. 
Infinito também começa. Mas, depois que o infinito começa, começo não há mais..." 


Edilamar Galvão