quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Carta do papai, a querida Sophia





Existem coisas na vida que não se explicam, por exemplo a amizade entre um homem e seu cão , em junho de 1997, fui até a casa de uma senhora no Lago Sul em Brasília, adquirir uma amiga que ficou ao meu lado durante 14 anos, ela era a menor entre todos os filhotes, mas o que me cativou, foi a sua pelagem (cor), e aqueles seus lindos olhos azuis. Nascia desde então uma cumplicidade maravilhosa...

nós conversavamos, ela com seus granidos e latidos, pela foto se vê que era uma Husky Siberiano, nos mudamos para São Paulo e ela junto, viajava comigo para qualquer canto e tinha com as outras cachorras da casa uma amizade, embora fosse bem maior, mas elas se respeitavam.

Numa madrugada chuvosa e com barulho do vento balançando os eucaliptos, a nossa Sophia se foi... seu choro foi perdendo força até se calar de vez! só quem tem ou já perdeu um animalzinho, vai entender a nossa dor!!! E, agora? oq faço com a saudade do seu "Bom Dia"? 

Ontem ela foi para o andar de cima junto aos bons, e ao lado de Deus! Perdemos nosso despertador assim que o dia amanhecia, ela já começava a falar na sua maneira de se comunicar, vcs não vão acordar, o dia já raiou, a sua falta será sentida mas o que me conforta é que ela não sofreu, foi dormindo, e, é assim que me despeço dela... durma com Deus Sô, te amo pra sempre!




3 comentários:

Val disse...

nossa que lindo Carol até chorei aqui...força!!

Vivian disse...

Bom dia,Carô!

Sinto muito querida...
Fique bem.
Beijos!

placco araujo disse...

Eu nunca fui cachorrento, mas lendo seu texto, copiei um texto postado por minha filhona (a que acabou de se casar) sobre a história dela com um labrador... parecida com a sua...

........ não consegui colar... vou colocar o link da página dela, e você lê... se quiser...

http://luciddreamss.wordpress.com/2011/07/15/goodbye-for-now-2


Beijos menina, e obrigado pela visita...

p.s. o desenho do final, foi feito pelos meus filhões que são quadrinistas...