terça-feira, 23 de agosto de 2011

Tempo, mano velho





Nos espaços entre um tic tac e outro, o universo te surpreende com aquilo que vc menos espera; ou melhor, com algo que você não havia pensado em pedir naquele instante.
Esse cotidiano corrido, nos faz acreditar que as coisas são porque são.
Não!
As coisas são, porque TEM QUE SER!


foto:www.weheartit.com

Um comentário:

placco araujo disse...

No final estava tudo escrito... nas estrelas ou em meras cartas de tarot...

Beijo, menina...

Edson