terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

o que é, o que é

Na dificil tarefa de aceitar o que não posso mudar, e não acomodar com o que incomoda, eu sigo meu dia oscilando entre o mau humor extremo da minha TPM infantil, com a inquietude de alguém que acaba de fazer anos e descobre que faltam apenas 3 para entrar nos “30” e ainda assim dá tempo de curar as loucuras e encontrar os amores.

No auge da minha confusão emocional, as coisas fogem do controle, e eu acabo por entrar numa crise existencial de caráter irrevogável no presente momento. Sabe Deus, Orixás e Deuses o que será do amanhã, mas, responda quem puder???

Eu só sou mais uma. Eu sou só eu. O Mundo anda lento pra mim, as pessoas estranhas demais e as situações completamente incertas.

Uma vez li que a incerteza era algo bom. Me confundo ás vezes, e sinto receio.
Mas ainda confio na incerteza do amanhã, porque se bem me conheço não saberia jamais ser feliz com o verso “toda dia ela faz tudo sempre igual..”

Esse texto é sobre o que mesmo?

2 comentários:

Lary Lacerda disse...

O texto é sobre o quanto você não gosta de uma rotina certinha, e o quanto espera na incerteza do amanhã a felicidade que pode vim tanto em pequenos momentos, como através de qualquer pessoa.
E que mesmo voce estando quase nos 30, não muda sua forma de pensar que o amanha pode ser bem melhor que hoje! E o futuro a Deus pertence. rs AMO VC! Beijos

Hara Rebouças disse...

É quase trinta...?!
A aparência pode mudar, o anos de vida aumentarem...mas vc nunca vai deixar de ser vc mesma. E isso é o q importa, a preservação de quem a a gente é, do que a gente quer ser.
Sua alma pode amadurecer, mas para q ela não evelheça vai depender de vc deixar sempre a chama acesa.
Bjo.