domingo, 16 de agosto de 2009

È o que tem para hoje...


Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Ao vestir a roupa de mulher maravilha todos os dias, eu trago comigo, dentro do peito, um aperto chato. Esse aperto tem nome, tem forma, tem sensação, tem tudo...esse aperto é quase um "ser vivo". Exatamente! Eu simplesmente ODEIO quando dizem: Vc é tão linda, duvido que esteja sozinha, que ninguém queira namorar/casar com vc..duvido!!!!
Analisamos pelo ângulo de que, as pessoas hoje em dia estão aceitando qualquer negócio. Tratamos as relações como crediários de grandes magazines. Vc preenche uma ficha, que em alguns dias é aprovada, vc escolhe o que deseja, compra, e pode ser que vc goste ou queira trocar ou então vc descarta e parte para outra loja onde encontrará algo falso que pode ser que supra o vazio que vc está sentindo, hoje. Na verdade tudo o que diz respeito a : relações humanas; esta se deturpando.

Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Porque todos a minha volta parecem falar uma língua que eu não entende? agir de uma maneira que eu desconheço? e maquiar uma felicidade que não existe????? Qual é o verdadeiro problema em estar só????? se não é o fato de vc sofrer de solidão, ás vezes...Estar acompanhado de qualquer coisa é muito simples, e fácil. Eu acabo de deletar 3 depoimentos enviados via orkut; não atender á dois chamados no rádio, e ignorar um e-mail. Nenhum desses tipos me atrai, ou estimula qualquer vontade para que eu queira estar ao lado deles. Nesse exato momento eu queria mesmo era estar nos braços do personagem das duas últimas histórias; porque esse sim vale á pena, e infelizmente ainda tá rondando meus pensamentos, mesmo sabendo que nós não temos nada, absolutamente nada, eu ando curtindo uns flashs fotográficos, que me trazem o sorriso dele, assim...meio sem querer querendo.

Mas, voltando ao assunto....!
Vejamos se eu consigo falar sobre solidão. Hoje é domingo. Passei um fim de semana gostoso em família na praia. Mas eu realmente gostaria de juntar meus pés nos pés de alguém nesse fim de noite. Chega a me dar um nó na garganta, eu ouço uma canção e derramo uma lágrima. Nem sei ao certo porque. Amanhã eu sei que estarei novinha em folha. Pq eu não me permito mergulhar na solidão, eu apenas falo sobre solidão. Porque quanto mais eu transformar ela em algo comum, mais fácil fica para esperar o "par imperfeito" que está agora, em algum lugar.....do mesmo jeito que eu!

Eu consigo falar sobre solidão. Eu consegui falar sobre solidão.
Sinto o tempo correndo, e diminuindo o espaço. Sei que esse encontro está para acontecer, e eu vou voltar aqui um dia, para descrever tudo que vou estar sentindo, e claro, SOLIDÃO não fará mais parte da minha vida!

3 comentários:

Desabafando disse...

parece que vc escreveu o que eu penso e sinto sobre esse assunto....estar com qualquer um só pra dizer que está acompanhada é facílimo mesmo...difícil é achar alguém bacana, com conteudo! boa semana!

SILVANA PEDRINI disse...

Falar de solidão as vezes é necessário.
Estar com alguém é maravilhoso quando realmente estamos juntos: corpo, mente e alma. De qualquer maneira não vale a pena.
Não banalize as relações nunca, confie que se "par imperfeito" vai chegar, na hora certa.

Beijos

Daniela e Edimar disse...

Solidão existe sim, não dá pra negar...
Mas vc está certissima em dizer que é permitido falar de mas não mergulhar em...
Bjks!! E boa semana!